Campeonato Brasileiro 2018 – Brasileirão: Internacional perde para o Atlético Mineiro e não tem mais chances de título

Clube Atlético Mineiro (CAM)Em jogo movimentado no Beira-Rio, Galo derrota o Colorado por 2 a 1 e segue firme no G-6

No primeiro jogo da 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, Internacional e Atlético-MG se enfrentaram nesta quarta-feira (21), no Beira-Rio. Os times fizeram um jogo bem movimentado até o apito final, onde o Galo levou a melhor: vitória por 2 a 1.

Com o resultado, o Galo aparece em sexto lugar, com 56 pontos, enquanto o Inter, com 65, permanece na terceira posição.

O jogo

Mesmo fora de casa, o Atlético-MG impôs seu ritmo e dominou o primeiro tempo em Porto Alegre. Enquanto o Internacional se lançava no ataque, deixava muito espaço para o time mineiro, que explorou bem os contra-ataques. Depois de boas chegadas com Chará, Cazares, Luan, Ricardo Oliveira e Patric, o gol do Galo saiu aos 42 minutos, justamente após ótimo contra-ataque. Adilson recuperou a bola na defesa e passou para Chará, que tocou para Cazares na esquerda. O meia carregou a bola e arriscou o chute para fazer um belo gol: 1 a 0.

Na volta do intervalo, o Colorado melhorou e teve boas chances de empatar. Aos quatro minutos, Patrick chutou de primeira após rebote, mas a bola passou por cima do gol. Depois, D’Alessandro arriscou chute direto, mas Victor defendeu. No lance seguinte, Emerson Santos tirou tinta da trave do Galo. A pressão gaúcha seguiu com Iago e Leandro Damião, que chegaram bem perto de igualar o marcador.

O jogo seguiu movimentado, com o Atlético também buscando o gol até que, aos 37, Damião foi empurrado por Maidana dentro da área. Na cobrança do pênalti, D’Alessandro deixou tudo igual: 1 a 1. Aos 41, Leandro Damião ainda teve chance de dar a vitória ao Colorado, mas ele finalizou por cima do gol e desperdiçou. O Galo seguiu em busca do resultado e conseguiu o triunfo aos 47, com David Terans. Após bom contra-ataque, Cazares avançou pela direita e cruzou para o meia, que só desviou para fazer 2 a 1.

Fonte: CBF