Campeonato Brasileiro 2016 – Série B: Náutico vence o Paraná por 2 a 1 e segue na cola do G4

Náutico vence o Paraná por 2 a 1 e segue na cola do G4 - Foto: Divulgação/Náutico
Náutico vence o Paraná por 2 a 1 e segue na cola do G4 – Foto: Divulgação/Náutico

 

 

Com duas belas assistências de Marco Antônio, o Náutico venceu o Paraná por 2×1, neste sábado (24), no Estádio Durival, em Curitiba, pelo Brasileiro da Série B. Os gols foram marcados por Rodrigo Souza e Rony. O técnico Givanildo Oliveira chegou a quarta partida de invencibilidade à frente do Náutico, que conquistou a terceira vitória fora de casa na competição.

 

 

 

 

A vitória fez o Timbu subir para o décimo lugar, com 39 pontos, e também manteve em três a distância para o G4. Na próxima rodada, os alvirrubros recebem o Vasco, no sábado, às 16h30, na Arena de Pernambuco. A delegação volta para o Recife neste domingo.

 

 

 

 

A partida começou com os donos da casa com mais posse de bola, mas foi o Náutico que levou perigo primeiro. Aos oito minutos, Marco Antônio cobrou escanteio, Rafael Pereira cabeceou forte e o goleiro do Paraná fez grande defesa.
Aos 21, Marco Antônio cobrou falta na área, Fernando Karanga desviou e quase fez contra. Os donos da casa responderam aos 22. Diego Tavares recebeu na área e chutou forte. Julio Cesar fez boa defesa.

 

 

 

 

Os alvirrubros abriram o placar aos 26. Joazi tocou para Marco Antônio que deu a assistência para Rodrigo Souza. O volante chutou com precisão fez 1×0. Aos 38, o Paraná chegou com perigo e bola passou rente ao gol do Timbu.
No início da segunda etapa, Marco Antônio deu um belo lançamento para Rony, que tocou na saída do goleiro e fez 2×0. Aos oito, Anderson Uchoa foi expulso e o Náutico ficou com um homem mais.

 

 

 

 

Os donos da casa diminuíram o placar aos 17 minutos. Após cobrança de falta na área, Fernando Karanga empurrou para o gol. O Náutico chegou perto do terceiro gol aos 20. Rony deixou Berson na cara do gol, mas o goleiro salvou.

 

 

 

 

Aos 33, Vinícius tocou para Joazi que chutou forte. O goleiro fez ótima defesa. Aos 41, Julio Cesar salvou o Timbu em finalização de Diego Tavares. Aos 44, Roni chutou e o goleiro fez mais uma boa defesa.

 

 

 
Da Redação com informações provenientes da CNC