Campeonato Brasileiro 2016 – Brasileirão: São Paulo perde para o Atlético Mineiro na despedida do técnico Edgardo Bauza

São Paulo perde para o Atlético Mineiro na despedida do técnico Edgardo Bauza
São Paulo perde para o Atlético Mineiro na despedida do técnico Edgardo Bauza

 

 

A despedida do técnico Edgardo Bauza, confirmado como novo comandante da Seleção da Argentina, não foi como esperava o torcedor do São Paulo. Isso porque, jogando no estádio do Morumbi, o elenco perdeu para o Atlético Mineiro por 2 a 1 na 18ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O gol do time da casa foi marcado pelo estreante Andrés Chávez, atacante argentino que chegou para substituir Calleri.

 

 

 

Com a derrota o São Paulo continua com 23 pontos, ainda distante do G4 e cada vez mais próximo da zona de rebaixamento – o clube está há quatro jogos sem vencer. Enquanto isso, o Atlético deixou a má fase para trás e alcançou a marca de quatro vitórias consecutivas, com 32 pontos e igualado com o Grêmio.

 

 

 

 

 

Outro que também fazia seu primeiro jogo com a camisa do São Paulo era o lateral direito Julio Buffarini, que se movimentou muito no início do jogo em busca do primeiro gol, além de arriscar algumas jogadas individuais. Mas, logo aos dois minutos de jogo, Chávez aproveitou uma falha da zaga do Atlético para acertar um chute de cobertura muito distante, sem chances para Victor.

 

 

 

 

A bola na rede encerrou uma marca de dois jogos sem sofrer gols no lado mineiro – contra Palmeiras e Santa Cruz deixou o gramado ileso. Mas também marcou a recuperação do clube na competição nacional. Isso porque quando o relógio marcou 10 minutos, Fábio Santos saiu livre pela direita e encontrou Fred, que só girou para Maicosuel entrar livre e bater firme.

 

 

 

 

Com o empate no placar, Marcelo Oliveira adiantou a marcação do Atlético e dominou o meio campo, jogando nas costas dos volantes adversários. Tanto que aos 19 minutos, Robinho quebrou a marcação de Hudson e enfiou para Lucas Pratto, que venceu uma disputa de bola com Buffarini e acertou um lindo chute no canto alto de Dênis, para virar o confronto.

 

 

 

 

Na base da pressão, o São Paulo tentou um novo empate, mas sofreu para vencer Victor, que fez pelo menos duas grandes defesas só no primeiro tempo. Aos 47 minutos de bola rolando, Robinho tentou um cruzamento pela direita e ela caiu na cabeça de Fred, que testou para o fundo das redes, mas viu o assistente assinalar o impedimento e anular o lance.

 

 

 

 

Para a segunda etapa Edgardo Bauza acertou a disposição tática, apostando principalmente na velocidade pelas laterais. Se movimentando muito, mesmo fora da área, Chávez arriscava de todas as formas, mas Victor seguiu invencível. Já o Atlético apostava principalmente nos contra-ataques, com todos os jogadores atrás da linha da bola até o apito final.

 

 

 

 

O próximo jogo do São Paulo é já neste domingo, às 16h15, contra o Santa Cruz. O confronto da 19ª e última rodada do primeiro turno é no estádio do Arruda, em Recife (PE). Do outro lado, o Atlético medirá forças com a Chapecoense apenas na segunda-feira, às 20h, dentro da Arena Independência, em Belo Horizonte (MG).

 

 

 

FICHA TÉCNICA

 

 

SÃO PAULO 1 X 2 ATLÉTICO-MG

 

 

 

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 04 de agosto de 2016, quinta-feira.
Horário: 19h30 (horário de Brasília).
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Jorge Eduardo Bernardi (ambos do RS)
Cartões amarelos: SÃO PAULO: Lugano, Buffarini. ATLÉTICO-MG: Maicossuel e Otero.
Público: 15.717
Renda: R$ 364.658,00

 

 

 

GOLS:
SÃO PAULO: Andres Chavez, aos 2 do 1T.
ATLÉTICO-MG: Maicossuel, aos 10, e Lucas Pratto, aos 19 do 1T.

 

 

 

SÃO PAULO: Denis; Julio Buffarini, Diego Lugano, Maicon e Mena; Thiago Mendes (Pedro), Hudson, Kelvin, Wesley (Luiz Araújo) e Michel Bastos (Daniel); Andres Chavez
Técnico: Edgardo Bauza.

 

 

 

 

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca, Júnior Urso e Maicossuel (Lucas Cândido); Lucas Pratto, Robinho (Otero) e Fred (Luan).
Técnico: Marcelo Oliveira.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da FPF