Campeonato Brasileiro 2016 – Brasileirão: Santos vence o Santa Cruz e se consolida no G4

Santos vence o Santa Cruz e se consolida no G4 - Créditos: Ivan Storti/Santos FC
Santos vence o Santa Cruz e se consolida no G4 – Créditos: Ivan Storti/Santos FC

 

O Santos conquistou a sua terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro ao bater o Santa Cruz por 3 a 2, nesta noite (18), no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 26ª rodada. O resultado manteve os santistas em quarto lugar com 45 pontos, um atrás do Atlético Mineiro, o terceiro, e também atrás de Flamengo, com 50, e do líder Palmeiras, com 51.

 

 

 

Antes deste jogo, o time santista já tinha superado o Botafogo, por 1 a 0, no Rio de Janeiro, e o Corinthians, por 2 a 1, na Vila Belmiro. O Santa Cruz permanece na penúltima posição, com 23 pontos, só na frente do América Mineiro, com 15, dentro da zona de rebaixamento ao lado ainda de Internacional, com 27, e Figueirense, com 28.

 

 

 

 

Disposto a liquidar o jogo logo, o Santos começou o jogo em velocidade e teve a sorte de abrir o placar aos quatro minutos com Copete. Ele bateu de esquerda no canto de Tiago Cardoso.

 

 

 

 

Depois do gol, a garoa que caia no estádio virou chuva e atrapalhou um pouco os jogadores santistas que passaram a escorregar. Mesmo assim o time paulista ainda teve duas grandes chances para ampliar. A primeira aos 30 minutos, quando Vitor Bueno foi lançado em velocidade pelo lado esquerdo por Lucas Lima e virou para a direita. Ricardo Oliveira dominou, mas na hora de finalizar foi bloqueado pelo goleiro Tiago Cardoso que saiu quase na linha da grande área.

 

 

 

 

A outra chance saiu aos 37 minutos, em outro passe de Vitor Bueno. Desta vez o passe saiu para Copete que também foi bloqueado por outra saída de Tiago Cardoso. O Santa Cruz só teve uma chance numa cabeçada do zagueiro Danny Moraes. Ele ganhou no levantamento do goleiro Vanderlei, porém, mandou para fora, aos 43 minutos.

 

 

 

A chuva castigou os times no segundo tempo e durante o intervalo ela diminuiu, mas com muitos raios a iluminação acabou desligada. O segundo tempo começou com 18 minutos de atrasado até a volta da energia elétrica.

 

 

 

 

O visitante voltou mais adiantado e empatou aos 10 minutos com Keno. Ele aproveitou um erro de Victor Ferraz que tentou aliviar o cruzamento de Léo Moura e deu a bola ao adversário. Keno fez a finta de corpo nos dois zagueiros e bateu de esquerda.

 

 

 

 

O jogo paralisado novamente aos 19 minutos, sob uma chuva mais fina, uma torre de iluminação e outras lâmpadas apagaram. A parada foi de mais 15 minutos.

 

 

 

 

Depois disso o jogo ficou acelerado. O Santos fez o segundo gol aos 26 minutos, quando Copete desceu em velocidade na esquerda e cruzou para Ricardo Oliveira na grande área. Ele deu um toque leve para trás para o chute forte de Jean Mota que colocou o Santos novamente em vantagem.

 

 

 

 

O jogo continuava perigoso e o Santa Cruz quase empatou com Grafite, de cabeça, aos 36 minutos. Aos 40 minutos, porém, o empate saiu. Em contra-golpe, Keno recebeu passe perfeito de Grafite e chutou no alto.

 

 

 

O Santos não desanimou e marcou o terceiro gol no minuto seguinte. A jogada foi toda de Vitor Bueno que desceu pela direita, entrou em diagonal e bateu de perna esquerda no ângulo do goleiro. Alívio no Pacaembu.

 

 

 

 

O Santos vai enfrentar o Sport, em Recife (PE), sábado, às 18h30. Antes, porém, na quarta-feira, vai fazer o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Vasco da Gama, em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ). Os santistas venceram na Vila Belmiro, por 3 a 1, e agora podem perder por 2 a 0 para avançar às quartas.

 

 

 

 

 

O Santa Cruz vai atuar fora de casa diante do Figueirense, no próximo domingo, às 11 horas, em Florianópolis (SC). Na quarta-feira à noite volta a atuar pela Copa Sul-Americana após eliminar o rival Sport na fase anterior. O time pernambucano vai enfrentar o Independiente de Medellin, na Colômbia.

 

 

 

 
Da Redação com informações provenientes da FPF