Campeonato Brasileiro 2015 – Brasileirão: Ponte Preta vence Coritiba e confirma sua excelente fase no Brasileirão

Ponte Preta vence Coritiba e confirma sua excelente fase no Brasileirão - Foto: http://pontepreta.com.br/
Ponte Preta vence Coritiba e confirma sua excelente fase no Brasileirão – Foto: http://pontepreta.com.br/

 

 

A Ponte Preta confirmou sua excelente fase no Campeonato Brasileiro ao vencer o Coritiba por 3 a 0, neste domingo cedo, no estádio Moisés Lucarelli, pela 31ª rodada. Com 47 pontos, ficando na oitava posição, conseqüência de sua sequência de seis vitórias e um empate com o líder Corinthians, por 2 a 2. Para o Coritiba, a quarta derrota seguida pesa muito, já que o time segue dentro da zona do rebaixamento, com 33 pontos.

 

 

Alexandro fez dois gols e Biro Biro o outro gol da importante vitória. Alexandro, xodó da torcida ponte-pretana, foi o nome do jogo. O atacante entrou no segundo tempo e marcou os dois primeiros gols da partida.

 

 

 

 

Com o apoio de sua torcida, a Ponte Preta começou a partida pressionando o adversário e só não abriu o placar porque o goleiro Wilson estava inspirado. Ele fez duas grandes intervenções nos primeiros dez minutos impedindo gols de Ricardo Chaves e Biro Biro. Na primeira delas, o zagueiro ponte-pretano subiu mais alto do que a defesa adversária e o goleiro desviou. A bola ainda bateu na trave antes de sair em novo escanteio. Depois, Biro Biro foi lançado dentro da área e Wilson saiu abafando a chegada do atacante.

 

 

 

Apesar do jogo cair de ritmo no decorrer do primeiro tempo, a Ponte seguiu melhor e explorava as jogadas pelas laterais com Rodinei na direita e Gilson na esquerda. Mas os atacantes do time da casa desperdiçavam chances preciosas de balançar as redes.

 

 

 

 

Quem mudou o jogo foi o atacante Alexandro. Ele entrou no intervalo no lugar do experiente Borges e, com apenas quatro minutos em campo, deixou sua marca. Biro Biro cobrou falta e o atacante desviou.

 

 

 

Apesar do gol, o jogo continuou em ritmo lento. A Ponte, em vantagem no placar, não fazia questão de se lançar ao ataque e administrava a posse de bola. Sem inspiração ofensiva, o Coritiba praticamente não ameaçava a defesa do time da casa e, quando chegava, esbarrava na segurança do goleiro Marcelo Lomba.

 

 

 

 

Dominando o adversário, o time campineiro matou o jogo com mais um gol de Alexandro. Em contra-ataque veloz, Clayton avançou pela esquerda e rolou para o atacante. Livre dentro da área, ele só teve o trabalho de tocar para o fundo do gol aos 40 minutos. Já nos acréscimos, aos 47 minutos, Biro Biro ainda marcou um belo gol de fora da área, ampliando a vantagem para 3 a 0 e dando números finais à convincente vitória em Campinas.

 

 

 

 

Os dois times voltam a campo no próximo domingo, pela 32ª rodada do Brasileirão. Às 17h, o Coritiba recebe o São Paulo no Couto Pereira e às 19h30, é a vez da Ponte enfrentar o vice-líder Atlético Mineiro no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ficha Técnica:

 

 

 

Ponte Preta 3×0 Coritiba

 

 

 

Ponte Preta: Marcelo Lomba; Rodnei, Renato Chaves, Ferron e Gilson; Elton, Fernando Bob e Cristian (Clayson); Felipe Azevedo (Diego Oliveira), Borges (Alexandro) e Biro-Biro.
Técnico: Felipe Moreira.

 

 

 

Coritiba: Wilson; Leandro Silva (Ivan), Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos (Rafhael Lucas), Lúcio Flávio (Ruy) e Thiago Galhardo; Kléber e Henrique Almeida.
Técnico: Ney Franco.

 

 

 

Gols: Alexandro aos 04 minutos do 2º tempo e aos 40 minutos do 2º tempo e Biro-Biro aos 46 minutos do 2º tempo.

 

 

Cartões Amarelos: Fernando Bob e Rodnei (Ponte Preta); Leandro Silva, Alan Santos e Ruy (Coritiba).

 

 

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB);

 

 

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Márcio Eustáquio M. Santiago (ambos de MG)

 

 

Quarto árbitro: Márcio Henrique de Góis (SP);

 

 

Renda: R$ 91.050,00

 

 

Público: 6.535 pagantes

 

 

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP);

 

 

Data: Domingo (18), às 11h.

 

 

 

 

Da Redação com informações da FPF