Campeonato Brasileiro 2015 – Brasileirão: Corinthians vence o Coritiba e “seca” o Atlético (MG) neste domingo para garantir o título antecipado

Corinthians vence o Coritiba - Créditos: Divulgação/Corinthians
Corinthians vence o Coritiba – Créditos: Divulgação/Corinthians

 

 

 

O Corinthians continua insuperável no Campeonato Brasileiro. O time paulista deu mais um passo para carimbar o título, neste sábado (7) à noite, na Arena Itaquera, onde venceu o Coritiba, por 2 a 1, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 76 pontos ganhos está disparado na liderança e pode até ser campeão neste domingo, desde que o Atlético Mineiro, vice-líder, com 62 pontos, não vença o Figueirense, em Florianópolis (SC).

 

A Arena de Itaquera viveu uma noite de recorde, com 43.688 pagantes e um total de 44.015 presentes, para uma renda de R$ 2.772.735,50. Todos foram confiantes de ver mais uma fácil vitória do Corinthians, virtual campeão da temporada. Mas o time, desta vez, não jogou bem e sofreu para ganhar de um dos times ameaçados pelo descenso. O gol da vitória saiu somente aos 43 minutos do segundo tempo, com Lucca.

 

 

Em casa, o time paulista começou o jogo em cima e logo aos 12 minutos quase fez o primeiro. Renato Augusto cruzou para Jadson, que bateu para boa defesa de Wilson. No rebote, a bola bateu no meio e acertou a trave do goleiro e foi pela linha de fundo. Se no primeiro lance, a bola não entrou, dois minutos depois, o árbitro marcou falta de Carlinhos em Edilson dentro da área. Pênalti. Na cobrança, Jadson bateu e fez 1 a 0. Este foi o 100º gol do Corinthians dentro da Arena

 

 

No final do primeiro tempo, o Coritiba melhorou e teve uma chance aos 38 minutos. Negueba passou por Elias e Guilherme Arana e lançou para Alan Santos, que bateu rente a trave de Cássio.

 

 

Bronca e reinício ruim

 

No intervalo, o técnico Tite pediu para seus jogadores que “se ligassem no jogo”. A bronca não deu muito certo nos primeiros minutos do segundo tempo. Aos dois minutos, o Coritiba empatou. Após cruzamento do lado esquerdo, Arana não cortou e a bola sobrou para o chute cruzado de Negueba.

 

 

 

O mesmo Negueba deu um enorme susto na torcida corintiana aos seis minutos. Ele levantou a bola do lado direito, na tentativa de cruzar, mas a bola ganhou efeito e explodiu na trave direita de Cássio. O goleiro fez golpe de vista. Deu sorte.

 

 

 

Debaixo dos gritos da torcida, o Corinthians reagiu. Aos 10 minutos, quase Elias marcou de letra, mas o zagueiro Rafael Marques salvou quase em cima da linha de gol. Depois disso foi aquele sufoco tradicional.

 

 

 

O gol da vitória saiu somente aos 43 minutos. Edilson levantou do lado direito, Danilo deu um leve desvio de cabeça no primeiro pau e Lucca completou na pequena área ao esticar a perna.

 

 

 

Depois de muito sofrimento, bem ao estilo Corinthians, os jogadores festejaram muito. Vários deles se emocionaram, como o volante Elias que chorou muito.

 

 

Números impressionantes

 

 

A diferença entre Corinthians e Atlético Mineiro, neste momento, é de 14 pontos. E como vão faltar depois desta rodada apenas quatro jogos, serão 12 pontos em disputa. Mas o time paulista deve, mais cedo ou mais tarde, confirmar seu hexacampeonato. Antes já levantou a taça em 1990, 1998, 1999, 2005, 2011 e 2015. Graças a uma grande campanha.

 

 

 

Em casa o seu aproveitamento é de 90,2%, faturando 46 dos 51 pontos disputados. Foram 15 vitórias, um empate e uma derrota. Fora de casa o índice é de 58,8% com oito vitórias, seis empates e três derrotas. De quebra, o time paulista também é dono da melhor defesa, com 26 gols sofridos contra 29 do Grêmio. E tem melhor ataque: 63 contra 56 do Atlético Mineiro.

 

 

 

Em São Januário

 

 

Caso o Corinthians não seja campeão neste final de semana, a chance fica adiada para o dia 19, uma quinta-feira, no Rio de Janeiro, quando vai enfrentar o Vasco da Gama, dentro de São Januário. O Brasileirão vai parar por dez dias devido a participação do Brasil nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

 

 

Ficha Técnica

 

 

Corinthians 2×1 Coritiba

 

 

Corinthians: Cássio; Edílson, Felipe, Gil e Guilhemre Arana; Ralf, Elias, Jadson e Renato Augusto (Rodriguinho); Malcom (Lucca) e Vágner Love (Danilo).
Técnico: Tite

 

 

Coritiba: Wilson; Leandro Silva, Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos (Luís Cáceres) e Juan (Thiago Lopes); Negueba (Lúcio Flávio), Henrique Almeida e Kléber.
Técnico: Pachequinho (interino)

 

 

Gols: Jadson aos 15 minutos do 1º tempo e Lucca aos 42 minutos do 2º tempo (Corinthians); Negueba a 2 minutos do 2º tempo (Coritiba).

 

 

Cartões Amarelos: Carlinhos, Kléber, Leandro Silva e Rafael Marques (Coritiba)

 

 

 

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e José Javel Silveira (RS)
Quarto Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)

 

 

 

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP);
Data: Sábado (07), às 19:30 horas.

 

 

 

Da Redação com informações da FPF