Automobilismo – Porsche Império GT3 Cup: Miguel Paludo ergue os títulos de Endurance e Overall da Porsche Império GT3 Cup no dia da primeira vitória da Hero, com JP Mauro e Felipe Fraga

Felipe Fraga e JP Mauro venceram a Porsche 500, em Interlagos – Foto: Luca Bassani /Fotos Públicas/ 03/12/2017

Na classe Challenge, Tom Filho levanta o Overall, enquanto Alan Hellmeister e Luca Seripieri ficam com a vitória e a coroa de Endurance

 

 

 

Foram 500 km de muita velocidade e adrenalina em Interlagos no encerramento da temporada 2017 da Porsche Império GT3 Cup. Eram quatro títulos em jogo, dos certames de endurance e overall das classes Cup e Challenge.

 

Miguel Paludo conquistou o título de Endurance Series e Overall na Cup
Foto: Fernanda Freixosa/ Fotos Públicas/03/12/2017

 

Depois de muitas disputas, quem saiu sorrindo foi Miguel Paludo e a equipe Brandt. Correndo em dupla com o terceiro colocado do campeonato da Nascar Xfinity Series, Justin Allgaier, o gaúcho fechou a prova de 500 km em sétimo lugar. Favorecido pelos contratempos dos carros #3 e #63, a dupla do carro #7, mesmo fora do pódio, buscou a pontuação necessária para tornar o piloto de Nova Prata pentacampeão do evento dos carros de corrida mais produzidos no planeta. Miguel agora tem dois títulos de sprint, um de endurance e dois overall em seu currículo.

 

 

 

A prova foi movimentada desde o início e não teve intervenções do safety-car. Mesmo assim as estratégias foram bastante variadas, tanto que a jornada de 117 voltas teve nada menos que 17 trocas de liderança, entre seis carros diferentes. É verdade que o carro #3, dos poles e favoritos Ricardo Baptista e Sergio Jimenez, dominou a primeira metade da prova, liderando 48 das primeiras 60 voltas. Mas perdeu força com uma quebra na manga de eixo numa das paradas, o que obrigou os pilotos a recorrerem ao carro reserva depois de perder um bom tempo numa das paradas regulamentares nos pits.

 

 

 

No fim prevaleceu a dupla JP Mauro e Felipe Fraga com o carro #90. Eles assumiram a dianteira pela primeira vez na 74a passagem, voltaram a liderar nas voltas 96 e 97. E retomaram o primeiro lugar na volta 112, levando o carro até o final. Foi a primeira vitória de Fraga na Porsche Império GT3 Cup, a primeira vitória de JP Mauro na principal divisão do campeonato e também a primeira vitória de um carro com as cores da Hero em corrida da classe Cup.

 

 

 

Em segundo lugar ficou o carro #88, de Edu Azevedo e Ricardo Maurício. O bicampeão da Stock Car registrou pela segunda corrida consecutiva a melhor volta da prova. O desempenho levou a dupla aos mesmos 154 pontos de Lico Kaesemodel/Ricardo Zonta no campeonato de endurance. Mas os competidores da Shell Racing saíram vice-campeões pelos critérios de desempate.

 

 

 

 

Completaram o pódio da Cup os carros #27, de Ricardo Baptista e Valdeno Brito, #99, de Tom Valle e Daniel Serra, e #13, de Pedro Queirolo e Clemente Lunardi.

 

 

 

Pela classe Challenge a reviravolta seguiu o script similar.

 

Tom Filho ficou com o título de Overall na Challenge – Foto: Luca Bassani/Fotos Públicas/03/12/2017

 

O carro pole era o #21, dos favoritos Eloi Khouri, Diego Nunes e Marco Cozzi. Eles foram superados pelo #19 na largada, mas vinham em ritmo que daria o bicampeonato overall a Khouri. Mas o trio também precisou recorrer ao carro reserva e caiu de produção.

 

 

 

 

Melhor para a dupla Alan Hellmeister e Luca Seripieri. Vencedores da etapa passada em Goiânia, eles levaram o carro #31 ao 16o lugar no geral, à vitória na categoria e ao campeonato de endurance. Com o resultado, Luca conquistou seu primeiro título no automobilismo, e Alan o segundo título consecutivo das provas de longa duração da Porsche Império GT3 Cup –em 2016 ele havia sido campeão de endurance na classe Cup.

 

 

 

Em segundo lugar recebeu a bandeirada o carro #19, do trio de amigos Tom Filho, Rodrigo Mello e João Gonçalves. Em grande estilo, a performance rendeu a Tom o campeonato overall da classe em 2017. É seu segundo título consecutivo, uma vez que defendia a coroa de endurance, conquistada em 2016 em dupla com Mello.

 

 

 

Subiu em terceiro lugar no pódio da Challenge a dupla de pai e filho Marcus e Lucas Peres. Nando Elias e Rouman Ziemkiewicz ficaram em quarto, enquanto o trio formado por Paulo Totaro, Ronaldo Kastropil e Laszlo Piquet levou o troféu de quinto lugar.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do Fotos Públicas