Automobilismo – Fórmula 1: Kimi Raikkonen diz que decisão de sair da Ferrari não foi sua

Kimi Raikkonen diz que decisão de sair da Ferrari não foi sua

 

 

Às vésperas do Grande Prêmio de Singapura, em Marina Bay, o piloto finlandês Kimi Raikkonen afirmou nesta quinta-feira (13) que não foi sua a decisão de deixar a Ferrari.

 

 

 

A escuderia italiana anunciou na última terça (11) que o monegasco Charles Leclerc substituirá Raikkonen na próxima temporada, enquanto o “homem de gelo” ocupará o lugar do jovem na Sauber, equipe “satélite” da Ferrari.

 

 

 

 

“Eu não decidi, mas o resultado foi este. Eu soube em Monza que iria para a Sauber, basicamente começamos a conversar a partir daquele momento”, admitiu o piloto de 38 anos.

 

 

 

 

Ainda segundo Raikkonen, ele “nunca pensou” em voltar para a escuderia suíça. “Foi assim porque apareceu a oportunidade”, acrescentou.

 

 

 

 

Nesta temporada, Raikkonen faz sua melhor campanha desde que retornou à Ferrari, em 2014. O piloto está na terceira colocação do mundial, com 164 pontos, somando nove pódios nas 14 corridas realizadas até o momento.

 

 

 

O GP de Singapura, 15ª etapa da temporada de 2018 da Fórmula 1, acontece neste fim de semana (14, 15 e 16 de setembro).

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANSA