Atletismo Paralímpico: Desafio em São Paulo será a última chance de classificação para o Parapan de Lima – 16/06/2019

Desafio em São Paulo será a última chance de classificação para o Parapan de Lima – 16/06/2019 – Foto: Wagner Carmo/Exemplus/CPB

Neste domingo (16.06), o Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, receberá o Desafio CPB/CBAt de atletismo. A data traz uma tensão especial para os atletas, já que coincide com o dia estabelecido pelo Departamento Técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) como o último para alcançar as marcas mínimas para integrar a delegação que irá aos Jogos Parapan-Americanos de Lima, a partir de 23 de agosto. A lista com a delegação completa para a competição será divulgada no dia 18 de julho.

 

 

Ao todo, são esperados 456 atletas – 126 paralímpicos e 330 olímpicos – uma vez que a disputa é uma parceria entre o CPB e a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), que tem como objetivo difundir e desenvolver a prática conjunta do atletismo e do paratletismo no país.

 

 

 

Dentre os inscritos está Verônica Hipólito, medalhista de prata nos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Ela retornou às pistas há dois meses, na classe T37 (para paralisados cerebrais), após uma cirurgia para a retirada de um tumor no cérebro. Ela fará as provas de 100m e salto em distância e buscará os índices para a competição mais importante das Américas.

 

 

 

“Quero muito ir para o Parapan-Americano e me preparei para isso. Voltei para a pista com tiros curtos. Mas tive até que reaprender a correr, a saltar, a lidar com o meu corpo e encontrar felicidade. Tenho os pés no chão, mas sei que, dentro de um período curto, dei o meu melhor e não desisto”. disse a paulista que conquistou o ouro nos 100m no Circuito Loterias Caixa, nos dias 8 e 9 de junho, no CT Paralímpico, com o tempo de 14s44, um segundo e 56 centésimos acima da linha de corte para a competição na capital peruana.

 

 

Para Jonas Freire, diretor técnico adjunto do CPB, a competição será de alto nível, já que os atletas virão com força total para fazer marcas. “Será empolgante. Tenho certeza de que teremos uma ótima delegação em Lima e traremos muitas medalhas para o Brasil”.

 

 

Da Redação com informações da CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro)