Atletismo: Mundial de Revezamentos começa neste sábado e pode garantir vaga no Rio 2016

Revezamento 4x400 m masculino (Maiara Batista/CBAt)
Revezamento 4×400 m masculino (Maiara Batista/CBAt)

 

 

A segunda edição do Mundial de Revezamentos será aberta neste sábado com certeza de Estádio cheio e emoção na pista. O número de equipes inscritas é maior que em 2014, que trouxeram suas estrelas e um dos motivos é a possibilidade classificação para os Jogos Olímpicos do Rio, no próximo ano. Isto porque a IAAF definiu que os oito primeiros colocados em cada revezamento olímpico estarão automaticamente qualificados. A IAAF também confirmou a distribuição de US$ 1,4 milhão em prêmios.

 

A competição, no Estádio Thomas A. Robinson, começa a partir das 19 horas, horário em Nassau (20 horas em Brasília). E reunirá 674 atletas (379 homens e 295 mulheres) de 44 países.

 

 

Apesar da chuva dos últimos dias, a previsão é que haja sol no sábado e no domingo. No primeiro dia estão previstas nove provas, com quatro finais, já no domingo serão mais seis disputadas por medalhas.

 

 

Pelo Brasil, o primeiro a competir é o 4×400 m masculino, a partir das 20 horas. E a expectativa é que o grupo mais uma vez chegue à final, assim como aconteceu no Mundial de Revezamentos de 2014. Os treinadores Leonardo Ribas e Evandro Lazari definiram que Pedro Burmann, Wagner Cardoso, Hederson Estefani e Hugo Balduíno serão os titulares. “Este grupo é muito forte e com totais condições de conseguir bons resultados”, disse Leonardo.

 

 

Esta é uma das provas mais aguardadas pelo público, já que terá a presença do time de Bahamas, campeão olímpico em Londres-2012 e vice-campeão no Mundial de Revezamentos no ano passado, que terá LaToy Williams, Ramon Miller, Chris Brown e Michael Mathieu. E também o atual campeão do Mundial de Revezamentos, os Estados Unidos, que trouxeram David Verburg, Tony McQuay, Kyle Clemons e LaShawn Merritt, que vão lutar pelo bicampeonato.

 

 

O time brasileiro enfrentará, ainda, as sempre competitivas equipes da Grã-Bretanha, Trinidad & Tobago e Bélgica. “Estamos prontos para conquistar nosso objetivo, que é a vaga olímpica”, afirmou Hugo Balduíno. Caso avancem para a final eles voltam à pista no domingo, às 22:46.

 

 

Na sequência compete o 4×100 masculino. A partir das 20:20 será possível ver os homens mais rápidos da atualidade. A organização confirmou a presença de Usain Bolt, recordista Mundial dos 100 m e 200 m, que integrará a equipe da Jamaica, candidata mais uma vez ao ouro, e de Justin Gatlin, líder do Ranking Mundial de 2014, que corre pelos Estados Unidos.

 

 

O Brasil correrá com Bruno Lins, Vitor Hugo, Aldemir Gomes e Jorge Vides. “As passagens estão boas e o grupo muito consciente das suas possibilidades”, disse Paulo Costa, que juntamente com José Figueiredo é responsável pelo treinamento do 4×100 m masculino. “Fizemos uma ótima preparação nos Estados Unidos e estamos focados no objetivo. Temos que pensar em cada etapa, primeiro fazer uma boa prova e passar à final”, disse Aldemir. “Estou há algum tempo participando do revezamento e poucas vezes vi um grupo tão entrosado. Todos têm experiência nesse tipo de competição e estão muito dedicados”, completou Bruno. A final da prova será ainda no sábado, às 22:52.

 

 

O 4×400 m feminino brigará para conquistar seu lugar na final, assim como aconteceu em 2014. “É uma prova difícil, as atletas precisarão correr muito próximo dos seus melhores resultados. Apenas as duas primeiras equipes se classificam automaticamente, o objetivo é estar na final”, disse o treinador Sanderlei Parrela. “O período de treinamento foi bom e somos gratas por essa oportunidade. Estou confiante e vamos em busca de um bom resultado, completou Geisa Coutinho, que fechará a prova. Completam a equipe Joelma Sousa, Jailma Lima e Liliane Barbosa.

 

 

4×100 m feminino – O 4×100 m feminino é a única equipe do Brasil que não compete no primeiro dia. As atletas farão ainda um último treino na tarde desta sexta-feira, e só depois os treinadores Katsuhico Nakaya e Adriano Vitorino irão definir as titulares, que competem no domingo, às 20:20. Eles têm à disposição Ana Claudia Lemos, Rosângela Santos, Franciela Krasucki, Evelyn Santos, Thaissa Presti e Vanusa dos Santos. “Estou muito bem fisicamente e pronta para contribuir com o grupo, que está unido. Estamos conversando para ir corrigindo os detalhes. Tivemos uma estrutura muito boa para treinar nos Estados Unidos, graças à CBAt e ao COB, e agora temos que colocar tudo em prática”, disse Ana Claudia.

 

 

Mundial na TV – O canal SporTV anuncia que dará na programação deste sábado, a partir das 20 horas, e em definitivo a partir das 22:15. No domingo, entrará no ar às 20 horas.

 

 

Recordes – Além da classificação para a Olimpíada do Rio e prêmios em dinheiro para as equipes finalistas, a IAAF oferece um bônus de US$ 50 mil para novos recordes mundiais.

 

 

Recordes Mundiais
Masculino
4x100m: Jamaica – 36.84
4x400m: Estados Unidos – 2:54.29

 

 

Feminino
4x100m: Estados Unidos – 40.82
4x400m: União Soviética – 3:15.17

 

 

 

Da Redação com informações da CBAt