Atletismo: Caio Bonfim vence mais um vez a marcha de 20 km no Troféu Brasil Caixa

Marcha 20 km Troféu Brasil Caixa 2015 (Wagner Carmo/CBAt)
Marcha 20 km Troféu Brasil Caixa 2015 (Wagner Carmo/CBAt)

 

 

A Avenida Lauro Gomes, em São Bernardo do Campo, foi palco de mais um bom resultado do brasiliense Caio Sena Bonfim, na marcha de 20 km. Caio, da equipe CASO/CAIXA, conquistou seu tricampeonato no Troféu Brasil Caixa de Atletismo, que começou na quinta-feira (dia 14) e termina amanhã (dia 15) na Arena Caixa, nesta cidade do ABC paulista.

 

Caio fez o tempo de 1:24:52 e deixou em segundo lugar o catarinense José Alessandro Bagio (AABLU), que fez a distância em 1:25:16, e em terceiro Rudnei Dias Nogueira (Usipa), com 1:26:00.

 

 

 

“Estou feliz, porque venho de uma disputa muito forte na Copa Pan-Americana (foi o vice-campeão em Arica, no Chile)”, disse Caio. “Meu objetivo agora é competir na etapa de La Coruña do Challenge de Marcha da IAAF”, concluiu.

 

 

 

Experiência e a novidade – Pela primeira vez em uma competição no Brasil foi utilizada numa prova de marcha o “pit lane”, nova regra aprovada pela IAAF. Após a terceira advertência, dada por um árbitro diferente, o marchador é afastado por dois minutos da prova, ficando num reservado especial. Depois, se sofrer nova advertência, será desqualificado.

 

 

 

Um dos atletas a ficar no “pit lane” neste sábado foi Cícero Sabino de Moura (GR Barueri), que aos 58 anos terminou em 13º lugar na prova entre 23 inscritos, com 1:53:25. O marchador é o atleta mais velho participante do Troféu Brasil Caixa.

 

 

 

“A marcha é uma paixão e digo que vou continuar competindo até os 120 anos. Tudo é uma questão de cabeça e concentração”, disse o veterano, o primeiro campeão da Copa Brasil de Marcha. “Sou empresário e treino todo o tempo que tenho livre. Adoro passar minha experiência para os mais jovens. Só acho que não merecia ficar no ‘pit lane’. Estou velho para isso”, completou, brincando.

 

 

 

Da Redação com informações da CBAt