Atletismo: Brasil mantém sua longa hegemonia no Sul-Americano de atletismo.

Brasil mantém sua longa hegemonia no Sul-Americano de atletismo.
Brasil mantém sua longa hegemonia no Sul-Americano de atletismo.

 

 

Mesmo com uma equipe reduzida em relação às que representaram o País nas últimas edições, o Brasil manteve sua longa hegemonia no Campeonato Sul-Americano de Atletismo de Adultos, encerrado na tarde deste domingo (dia 14), no Estádio Atlético La Videna, em Lima, no Peru. A equipe nacional garantiu os títulos dos torneios masculino (121 pontos) e feminino (164), e, como consequência, na classificação geral (285 pontos).

 

 

 

Nas 49 edições realizadas, a equipe masculina conseguiu a 22ª vitória consecutiva (desde 1975) e a 30ª da história. Já no feminino, cuja disputa começou em 1939 – 20 anos depois dos homens -, as brasileiras garantiram a 23ª conquista seguida (desde 1974) e a 30ª de todos os tempos em 38 edições.

 

 

 

No quadro geral de medalhas, o Brasil somou 34 lugares no pódio. Foram 11 de ouro, 15 de prata e 8 de bronze. Colômbia terminou em segundo lugar, com 22 medalhas (9 de ouro, 6 de prata e 7 de bronze). Venezuela ficou em terceiro, também com 22 medalhas, mas com 8 de ouro, 8 de prata e 6 de bronze.

 

 

 

Classificação final por pontos

 

 

 

Geral
1-Brasil – 285 pontos
2-Venezuela – 228
3-Colômbia – 212

 

 

 

Masculino
1-Brasil – 121 pontos
2-Colômbia – 112
3-Venezuela – 97

 

 

 

Feminino
1-Brasil – 164 pontos
2-Venezuela – 131
3-Colômbia – 100

 

 

 

 

Fonte: Da Redação com informações provenientes da CBAt