Oscar 2017: Responsável por gafe histórica no Oscar estava distraído no Twitter

Responsável por gafe histórica no Oscar estava distraído no Twitter
(Photo by Christopher Polk/Getty Images)

 

É impossível não lembrar da cerimônia deste ano do Oscar, que aconteceu no último domingo (26), sem mencionar a tremenda gafe que ocorreu na entrega do principal prêmio da noite, o de Melhor Filme, que, pelo que foi divulgado até agora, foi responsabilidade de um funcionário da empresa que realizava a auditoria do evento, que estava distraído no momento da entrega.

 

 

 
Na premiação, foi entregue ao ator Warren Beatty, que iria ler o nome do grande vencedor, o envelope errado, o de Melhor Atriz, no qual constava o nome da atriz Emma Stone. Como o filme no qual a artista estava concorrendo era “La La Land”, o apresentador, visivelmente confuso, anunciou que o filme do cineasta Damien Chazelle havia ganho o prêmio.

 

 

 

 
No entanto, quase três minutos depois do anúncio, Jordan Horowitz, um dos produtores do longa, mostrou o verdadeiro envelope e esclareceu a confusão, repetindo energicamente que a verdadeira vitória era de “Moonlight”, de Barry Jenkins, e que isso não era “uma piada”.

 

 

 

 

Poucas horas depois da gafe, o nome do responsável pelo erro, que causou indignação de vários, virou piada nas redes sociais e que até foi comparado com uma confusão semelhante que aconteceu na competição do Miss Universo de 2015, foi divulgado.

 

 

 

 
O “culpado” pelo erro foi Brian Cullinan, um dos funcionários da PricewaterhouseCoopers, empresa que realizava a auditoria do Oscar, que aparentemente estava distraído, tirando fotos dos outros vencedores da noite e postando todas elas no seu Twitter, e que por isso entregou o envelope errado a Beatty.

 

 

 

 

Apenas três minutos antes de “La La Land” ter sido anunciado equivocadamente, Cullinan havia escrito um tuíte que dizia “Melhor Atriz Emma Stone no backstage” com uma foto da artista.

 

 

 

 

 

A publicação, assim como todas as outras feitas pelo funcionário durante a cerimônia, foram apagadas, mas elas ainda podem ser acessadas pelos arquivos salvos no Google.

 

 

 

 
“A PWC assume inteira responsabilidade sobre a série de erros e desvios de protocolo que aconteceram na noite do Oscar. O parceiro da PWC Brian Cullinan erroneamente entregou o envelope reserva de melhor atriz em vez do envelope de melhor filme para os apresentadores Warren Beatty e Faye Dunaway. Assim que o erro ocorreu, protocolos de correção não foram seguidos com velocidade suficiente por Cullinan e sua colega”, afirmou um comunicado publicado pela PricewaterhouseCoopers após a premiação.

 

 

 

 
“Nos desculpamos sinceramente a ‘Moonlight’, ‘La la land’, Warren Beatty, Faye Dunaway e ao público do Oscar pelo erro que foi feito durante o anúncio de melhor filme”, anunciou a PWC.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANSA