Cultura – Oscar 2018: Chile vence Oscar de filme estrangeiro pela 1ª vez

A produção Chilena “Uma mulher fantástica” é estrelado por transexual e faturou o Oscar como Melhor Filme estrangeiro.

 

Pela primeira vez na história, uma produção chilena venceu o Oscar de melhor filme estrangeiro.

 

 

 

 

“Uma mulher fantástica”, do diretor Sebastián Lelio, foi escolhido pelos eleitores da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas neste domingo (4), na 90ª edição da principal premiação do cinema mundial.

 

 

 

 

O filme é estrelado por Daniela Vega, que dá vida à garçonete transexual Marina, que sonha em ser uma cantora de sucesso. Além de dar o título inédito ao Chile, “Uma mulher fantástica” é o primeiro longa protagonizado por uma transexual a vencer uma estatueta do Oscar.

 

 

 

 

“Minhas maiores felicitações a toda a equipe de ‘Uma mulher fantástica’. O prêmio, que nos enche de orgulho, não apenas reconhece um filme de grande qualidade, mas sim uma história de respeito pela diversidade que nos faz bem como país”, disse no Twitter a presidente do Chile, Michelle Bachelet.

 

 

 

“Esta noite, o cinema chileno tocou as estrelas. Grande Chile, e um grande abraço, com orgulho e emoção, a toda a equipe de ‘Uma mulher fantástica, a melhor produção estrangeira no Oscar 2018”, escreveu o sucessor de Bachelet, Sebastian Piñera, que ainda não tomou posse.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANSA