Meio Ambiente: Municípios da região Bragantina poderão formar um Consórcio para administrar e negociar melhorias nos serviços de saneamento básico

Municípios da região Bragantina poderão formar um Consórcio para administrar e negociar melhorias nos serviços de saneamento básico

 

 

A atual administração de Bragança Paulista está buscando soluções para os problemas enfrentados com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – SABESP, que atua há mais de sete anos sem contrato na cidade.

 

 

 

Com o apoio do Deputado Edmir Chedid, os municípios da Região Bragantina, que passam pelos mesmos problemas e dificuldades em negociar com a SABESP a renovação de seus contratos e melhorias nos serviços oferecidos pela empresa de saneamento estatal, estão realizando reuniões em busca de se fortalaecerem, pois sabem de sua importância como região produtora de água para a região metropolitana.

 

 

 

 

 

Esta busca por soluções por parte da administração Bragantina, levaram a realização de reuniões na Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo e Secretaria Nacional de Saneamento Básico, o que culminou na formação de uma comissão especial com representantes da Prefeitura e da SABESP para tratar do assunto, mas não houve consenso que viabilizasse uma solução.

 

 

 

 

 

Na última segunda-feira, 17 de abril, prefeitos e autoridades da região realizaram uma importante reunião em Bragança Paulista, para discutirem e procurarem uma solução conjunta e fortalecerem seus pleitos junto a SABESP, e discutirem outras possibilidades para questão, a reunião contou com a presença do prefeito Jesus Chedid, vice Amauri Sodré (Bragança Paulista), Jair Fernando Gonçalves (Prefeito de Tuiuti), Lauro de Lima (Prefeito de Pinhalzinho), Murilo Pinheiro (Prefeito de Nazaré Paulista), Silvino Cintra (Prefeito de Piracaia), Silas Marques (Prefeito de Vargem), Maria Jerusa (Presidente da Câmara Municipal de Pedra Bela) e Beth Chedid (Presidente da Câmara Municipal de Bragança Paulista). Os prefeitos de Socorro, André Eduardo Bozolla, e de Joanópolis, Mauro Garcia, apesar de não estarem presentes estão à par das discussões.

 

 

 

 

 

Uma das propostas que surgiu da reunião, foi a criação de um Consórcio Intermunicipal para administrar o saneamento básico nos municípios da região. Um dos objetivos é viabilizar a gestão pública e solucionar problemas comuns por meio de políticas e ações conjuntas.

 

 

 

 

 

O Consórcio Intermunicipal seria uma parceria entre Bragança Paulista, Vargem, Joanópolis, Pedra Bela, Socorro, Nazaré Paulista, Tuiuti, Piracaia e Pinhalzinho, além de outras cidades da região, para a realização de ações conjuntas, incrementando a qualidade dos serviços públicos prestados à população da região quanto ao saneamento básico. O consorciamento possibilitaria o aumento de eficiência e de qualidade dos serviços ofertados, e discutiria formas de promover o desenvolvimento regional.

 

 

 

 

 

A criação do consórcio pode produzir resultados positivos, como o aumento da capacidade de realização, maior eficiência do uso dos recursos públicos, realização de ações inacessíveis a uma única prefeitura, aumento do poder de diálogo e negociação dos municípios e transparência das decisões públicas.

 

 

 

 

 

Saneamento básico é o conjunto medidas que visam garantir a preservação ambiental e manutenção de resíduos, através de serviços de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, drenagem, limpeza urbana e manejos de resíduos sólidos e de águas pluviais. Trata-se de serviços fundamentais para a saúde de toda a sociedade e para o meio ambiente, além de ser um fator essencial para o desenvolvimento econômico e social.

 

 

 

 

Um novo encontro entre os prefeitos foi agendado ainda para abril, oportunidade na qual será estudada a estrutura a formação do consórcio.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes DIMP/BP