Festa do Peão de Bragança Paulista 2019: Prefeitura de Bragança lançou edital para as empresas interessadas na realização da 54ª Exposição Agropecuária e Festa do Peão de Boiadeiro – 26/04 a 05/05/2019.

Prefeitura de Bragança lançou edital para as empresas interessadas na realização da 54ª Exposição Agropecuária e Festa do Peão de Boiadeiro – 26/04 a 05/05/2019.

 

 

A Administração Municipal, por meio das Secretarias de Desenvolvimento dos Agronegócios e de Cultura e Turismo, lançou na sexta-feira (22/02) o edital de licitação visando realização da 54ª Exposição Agropecuária e Festa do Peão de Boiadeiro, evento que acontecerá no Parque de Exposições Dr. Fernando Costa (Posto De Monta) entre os dias 26 de abril e 5 de maio.

 

 

A sessão da concorrência pública nº02/2019 será aberta no dia 29 de março às 9h30 na sala de licitações da Prefeitura. As empresas interessadas deverão apresentar em envelopes fechados os documentos de habilitação e a proposta comercial, sendo que o valor ofertado deve ser de no mínimo R$258.205,74 a título de permissão de uso do local. Cabe salientar que o valor ofertado será creditado em três partes iguais aos Fundos Municipais de Desenvolvimento Rural, de Cultura e de Turismo.

 

 

 

 

Uma das novidades da festa para este ano são os dias de evento com entrada solidária, cuja renda será destinada ao Fundo Social, Entidades Assistenciais com contratos de parceiras vigentes com Município e Entidades Culturais com projetos vigentes de parcerias com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

 

 

 

Confira os dias e horários de funcionamento previstos para o evento:

 

 

 

  • Dia 26 de abril (sexta-feira) abertura dos portões para o público às 18h;
  • Dia 27 de abril (sábado) abertura dos portões para o público às 10h, com entrada franca até às 16h;
  • Dia 28 de abril (domingo) abertura dos portões para o público às 10h, com entrada franca até às 16h;
  • Dia 29 de abril – Noite Gospel – (segunda-feira) abertura dos portões para o público às 18h, com cobrança facultativa de ingresso de R$ 5,00, cuja renda total de bilheteria será destinada e rateada entre o Fundo Social de Solidariedade e as Entidades Sociais com contratos vigentes de parceria com a Prefeitura.
  • Dia 30 de abril (terça-feira) abertura dos portões para o público às 18h;
  • Dia 01 de maio FERIADO (quarta-feira) abertura dos portões para o público às 10h, com cobrança de ingresso de R$ 5,00, cuja renda total de bilheteria será destinada e rateada entre o Fundo Social de Solidariedade e as Entidades Sociais com contratos vigentes de parceria com a Prefeitura.
  • Dia 02 de maio (quinta-feira) abertura dos portões para o público às 18h;
  • Dia 03 de maio (sexta-feira) abertura dos portões para o público às 18h;
  • Dia 04 de maio (sábado) abertura dos portões para o público às 10h com entrada franca até às 16h;
  • Dia 05 maio (domingo) abertura dos portões para o público às 10h com cobrança de ingresso de R$ 5,00, cuja renda total de bilheteria será destinada e rateada entre o Fundo Social de Solidariedade e as Entidades Culturais com projetos vigentes de parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

 

 

 

A festa contará com show de grandes artistas, reconhecidos no meio, provas de rodeio, provas dos três tambores, provas de marcha, grande exposição agropecuária, show pirotécnico, parque de diversões, praça de alimentação, tradicional queima do alho, torneio de truco, baile country, balada do camarote, feira de artesanato, e muito mais.

 

 

 

A Administração promoverá a visita dos alunos da rede municipal ao recinto e a utilização dos brinquedos infantis de forma gratuita nos dias 30 de abril e 02 e 03 de maio, no horário em que o Recinto esteja fechado para o público em geral, cuja forma de atendimento e cronograma deverá ser ajustada com a Secretaria Municipal da Educação, cabendo a Prefeitura a estrutura de transporte, alimentação e monitoramento para as crianças.

 

 

 

E os camarotes nesta edição serão divididos em três setores, com preços diferentes, além disso cada um deles será um setor independente do outro, com entradas separadas. Com isso, a Administração procurou evitar o acúmulo de pessoas nos corredores entre os camarotes e equilibrar o preço com relação a disposição dos lugares.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da DIMP/BP