Cultura: O Bragantino Dermeval Gonçalves um dos pioneiros da Televisão Brasileira morreu aos 91 anos.

O Bragantino Dermeval Gonçalves um dos pioneiros da Televisão Brasileira morreu aos 91 anos.

 

A Record TV comunicou o falecimento de Dermeval Gonçalves aos 91 anos, destes, 30 foram dedicados à emissora. Reconhecido pela diplomacia e competência financeira, montou com muito esmero a rede de afilhadas do Grupo Record.

 

 

 

 

Sua carreira começou na década de 70 ao lado de Silvio Santos. Já nos anos 90, Dermeval foi convidado para montar um ambicioso projeto de expansão do sinal da Record TV em todo o Brasil.

 

 

 

 

 

Apesar de percorrer o país de ponta a ponta, Dermeval fazia questão de sempre visitar os amigos na sua terra-natal, Bragança Paulista, no interior de São Paulo. Era administrador, advogado e economista e ocupou o cargo de vice-presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT), na década de 1990.

 

 

 

 

 

Dermeval era bragantino, nascido no bairro do Taboão, zona sul de Bragança, no dia 13 de maio de 1925. Ainda na adolescência mudou-se para São Paulo, onde cursou Administração, Economia e Direito.

 

 

 

 

Dermeval foi vice-presidente da ABERT – Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão, na década de 90,sendo ainda eleito duas vezes líder empresarial no setor de comunicação.

 

 

 

 

Em 2010, recebeu o diploma de “Pioneiro da TV Brasileira”, homenagem concedida pelo Governo do Estado de São Paulo a apenas duzentas pessoas ligadas à comunicação.

 

 

 

 

 

Em 2015, no dia 13 de maio, aniversário de 90 anos de Dermeval, a Rede Record prestou uma homenagem mais que merecida ao Diretor Superintendente de Rede, dando ao auditório da emissora da Barra Funda o nome “Teatro Dermeval Gonçalves”.

 

 

 

 

 

Dermeval era casado há 65 anos com Adenyr Espósito Gonçalves, pai de Carlos Eduardo, Luís Antonio e Júnior (in memória). Ele era proprietário da Fazenda Bela Manhã, em Bragança, onde passava os finais de semana.

 

 

 

 

O corpo de Dermeval Gonçalves será velado no sábado (4), em São Paulo, a partir das 7h e cremado às 17h, conforme era o desejo dele.

 

 

 

 

 

Da Redação com base em informações provenientes da Record e Abert