Bragança Paulista: Servidores Municipais de Bragança através de seu Sindicato e Prefeitura entram em acordo sobre os reajustes da Campanha salarial 2015.

Prefeito Fernão Dias recebeu o presidente do SISMUB Carlos Alberto Martins Oliveira
Prefeito Fernão Dias recebeu o presidente do SISMUB Carlos Alberto Martins Oliveira

 

 

Na manhã desta sexta-feira, dia 24, representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Bragança Paulista (Sismub) compareceram ao gabinete da Prefeitura para protocolar com o prefeito Fernão Dias a aceitação de proposta para a campanha salarial 2015. O documento foi aprovado pelos servidores municipais por maioria absoluta em assembleia realizada na noite da última quinta-feira, dia 23.

 

De acordo com proposta, os servidores receberão reajuste salarial de 8,13% mais o acréscimo do resíduo do índice oficial do IPCA, referente ao mês de maio de 2015; seis faltas abonadas acumulativas com prévia autorização da chefia (sendo regulamentado após aprovação na Câmara Municipal) e admissão de dois atestados médicos para abono de falta de um dia para acompanhamento de filho menor ou idoso em tratamento médico, devidamente comprovada a necessidade (sendo regulamentado após aprovação na Câmara Municipal).

 

 

Também foi aprovada a redução no desconto no vale-alimentação para aqueles que ganham acima de três pisos salariais (a partir de 01/03/16). Para quem recebe de três a quatro pisos, o desconto caiu para 15%. Já os servidores que recebem acima de quatro pisos salariais, o desconto será de 25%. Vale lembrar que o valor do piso municipal é de R$ 1.079,95. Esta mudança será válida após devida alteração da lei 4368/2013.

 

 

O documento traz ainda admissão dos atestados médicos no prazo de 48 horas a partir do último dia da licença mencionada no atestado (necessita de alteração do artigo 10º, do decreto 1995/2014) e admissão de declarações por ausências no trabalho para exames laboratoriais e atestados cedidos para consultas odontológicas, que deverão ser aceitas mediante compensação de horas (sendo regulamentado após aprovação na Câmara Municipal).

 

 

Por fim, o vale-alimentação sofrerá reajuste e aumentará para R$ 350 a partir de maio de 2015, com a devida alteração do artigo 1º, do decreto 1633/2013. Ficou acordado ainda o debate da proposta que visa transformar as pajens em Professor de Desenvolvimento Infantil.

 

 

Com estes avanços, a Prefeitura busca a valorização os servidores públicos, que juntamente com outras ações que já estão sendo realizadas, como o lançamento do Programa Municipal de Formação do Servidor, qualificar os funcionários e consequentemente melhorar o serviço público prestado à população bragantina.

 

 

 

 
Da Redação