Bragança Paulista: Secretário de Mobilidade Urbana apresenta principais projetos da pasta aos vereadores de Bragança Paulista

Secretário de Mobilidade Urbana apresenta principais projetos da pasta aos vereadores de Bragança Paulista

 

 

 

 

 

 

 
O secretário municipal de Mobilidade Urbana, Manoel Marcos Botelho, participou na última quinta-feira (23) da sessão da Comissão de Assuntos Socioeconômicos da Câmara Municipal. Atendendo ao pedido dos vereadores, Botelho apresentou as principais ações da pasta e tratou de projetos como a construção de um anel viário na Rod. Aurélio Frias Fernandes e a revitalização da região central.

 

 

 

 

 

Recentemente instituída em Bragança, a secretaria vem ajustando sua forma de trabalhar. Atualmente o secretário e sua equipe buscam alinhar projetos já em andamento com os objetivos do plano de governo da gestão atual e o Plano Diretor do município.

 

 

 

 

 
“Precisamos traçar um amplo projeto de revitalização do Plano Diretor e trabalhar isso de forma integrada com o Plano de Mobilidade Urbana”, esclareceu o secretário. Botelho destacou três pontos chave na atuação do Executivo: obras de infraestrutura, trânsito e transporte coletivo.

 

 

 

 

 

 
Nas obras de infraestrutura foi apresentada a construção de um anel viário, através da pavimentação da Rod. Municipal Aurélio Frias Fernandes. O anel seria uma via de ligação entre a Variante de Vargem e a Rodovia Capitão Bardoíno (Bragança-Socorro). O principal objetivo é tirar o trânsito pesado de caminhões de dentro da cidade. A obra seria realizada com parceria de recursos estaduais, federais e municipais.

 

 

 

 

Outra novidade seria a interligação entre as Rodovias Capitão Bardoino e Rodovia Alkindar Monteiro Junqueira, através da pavimentação da Rua José Mathias Farah Sobrinho. As obras visam dar mais fluidez ao trânsito e a retirada do tráfego de caminhões pesados das regiões centrais da cidade.

 

 

 

 

 
Para região do centro, Botelho apresentou algumas propostas. “Pretendemos uma ampla revitalização considerando aspectos de acessibilidade universal, privilégio aos pedestres, paisagismo urbano e ações de mobilidade sustentável com prioridade ao cidadão especial, pedestres e ao ciclista”, destacou.

 

 

 

 

 

Para ele a revitalização passa por prover o centro de condições que atraiam o comprador. Essa mudança será possível através de adequação viária, cobertura do centro comercial e oferta de vagas através da construção de um prédio garagem onde hoje é a Rodoviária Velha.

 

 

 

 
“A ideia é prover um terminal urbano decente, com o conforto que a população merece e edificar quatro lajes de estacionamento no mesmo local, com terraço e área de conveniência, praça de alimentação. Também construir uma passarela lateral encontrando o Mercado Central. Neste prédio já teríamos 580 vagas de estacionamento. Este é um projeto de revitalização e de atendimento das questões de acessibilidade”, frisou Botelho.

 

 

 

 
Para realizar todas estas obras o secretário prevê a concessão de serviços públicos. “Estamos em fase de levantamentos de projeto, para poder quantificar e fazer um estudo de viabilidade econômica”, explicou.

 

 

 

 

A Praça da Bíblia seria outro ponto revitalizado, com a criação de vagas para estacionamento e melhorias. “Todo este projeto apresentado seria feito através de uma concessão de serviço público em que o investidor bancaria o projeto, contra o direito de exploração das vagas de zona azul e ainda pagando outorga para Prefeitura pelo período de concessão. Vejo como possível”, declarou o secretário.

 

 

 

 

 

 

Quique Brown pediu atenção para obra da perimetral na Rod. Aurélio Frias Fernandes. “A realidade da região, o perfil, não sei se é próprio para implantar uma perimetral. Vejo como incompatível esse tipo de trânsito lá, é necessário cautela”, citou o presidente da comissão, João Carlos.

 

 

 

 

 

As discussões sobre a viabilidade e realização da obra em outras áreas seguiram. Botelho explicou que todos os estudos necessários serão apurados minuciosamente antes de qualquer inciativa. Os vereadores também debateram a questão da acessibilidade, preocupação de comerciantes e munícipes.

 

 

 

 

 

 
Composta pelos vereadores João Carlos Carvalho (presidente), Sidiney Guedes (vice-presidente), Moufid Doher, Quique Brown e Paulo Mário Arruda de Vasconcellos, a comissão recebeu também nesta sessão a presidente da Casa, Beth Chedid, Claudio Moreno, Ditinho Bueno do Asilo e Marco Antônio Marcolino.

 

 

 

 

 

A Comissão de Assuntos Socioeconômicos volta a se reunir em 26 de abril, às 13h no auditório da Câmara Municipal.

 

 

 

 
Da Redação com informações provenientes do Departamento de Comunicação Institucional da Câmara Municipal de Bragança Paulista