Bragança Paulista: Prefeitura de Bragança Paulista omite a informação que outro funcionário Público ficou ferido no acidente que vitimou Mauro Leme.

Prefeitura de Bragança Paulista omite a informação que outro funcionário Público ficou ferido no acidente que vitimou Mauro Leme.

 

 

 

Infelizmente a transparência parece não ter sido um quesito forte na divulgação de fatos ligados ao carnaval em Bragança Paulista em 2017, tivemos inúmeros problemas em relações a publicações e chamamentos públicos para a exploração comercial das praças de alimentações do Carnapraça e da Passarela Chico Zamper, além de outros fatos que são alvos de pedido de informação por parte do Vereador Quique Brown (PV).

 

 

 

 

 

Mas o fato que realmente manchou o Carnaval 2017 e entristeceu a população Bragantina foi o acidente que vitimou o funcionário público Mauro Aparecido de Moraes Leme de 62 anos, e que foi tratado pela prefeitura, através da Divisão de Imprensa de Bragança Paulista, em uma nota oficial como fosse uma simples e corriqueira fatalidade, discurso este que infelizmente foi comprado por alguns dos vereadores, que foram eleitos para fiscalizar em nome do povo a ação do Executivo, e não advogar a favor do poder. O vereador Marcus Valle (PV) da oposição pediu informações ao executivo sobre o ocorrido.

 

 

 

 

 

 

Parecia que mais nada iria surpreender a população e a imprensa local, mas não é que a obscuridade e a falta de transparência na divulgação total dos fatos realmente norteiam a atual administração em Bragança, pois quando ocorreu o fatídico acidente que culminou com a morte do funcionário Mauro Leme, em nenhuma das notas emitidas foi divulgado que outro funcionário público tinha ficado machucado.

 

 

 

 

O site Bragança em Pauta sabendo desta possibilidade pediu informações à prefeitura que respondeu  por e-mail e confirmou que realmente mais uma pessoa tinha se  machucado no acidente. Trata-se do funcionário da Secretaria Municipal de Serviços, Nicolau Pereira dos Santos.

 

 

 

 

Segundo a Prefeitura, ele sofreu uma fratura na patela, osso que compõe a estrutura do joelho, passa bem e está se recuperando em sua casa.

 

 

 

 

Agora é aguardar o posicionamento oficial do Sindicato que representa os funcionários públicos de Bragança (SISMUB), e ver se os vereadores que foram eleitos para lutar e fiscalizar em nome e para o povo, deixam de advogar para o Executivo, e exijam providências que para que não mais ocorram as chamadas “fatalidades”.

 

 

 

Da Redação.