Bragança Paulista – Política: Sem a participação Popular e com jurados não Bragantinos o Hino Oficial de Bragança Paulista é escolhido (imposto).

Sem a participação Popular e com jurados não Bragantinos o Hino Oficial de Bragança Paulista é escolhido (imposto).- Imagem: Ilustrativa/pixabay.com

 

 

 

A importância de certos símbolos para as comunidades em todo o mundo são essenciais para que elas tenham orgulho, e se sintam parte de algo e unidos, isto acontece com a bandeira, com o hino, entre outros fatos, pessoas ou acontecimentos que representem e façam parte de sua história.

Infelizmente a mentalidade de certos gestores não reconhecem a inteligência e a consciência cívica da população que governam.

 

 

Um fato interessante e que representa isto, é a escolha do Hino Oficial da cidade de Bragança Paulista, que foi realizado a portas fechadas sem a presença do público em geral, sendo a imprensa convidada, e foi realizada por uma banca de seis pessoas, escolhidas entre a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP) e da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo (BSESP), os quais não possuem ligação ou conhecem a população local e sua história, somente receberam algumas informações, segundo fontes ligadas a SMCT de Bragança.

 

Os jurados avaliaram onze composições nos seguintes quesitos, adequação ao tema, criatividade, harmonia, originalidade e ritmo, e decidiram em um dia que aquela música representa a história e o dia a dia da população Bragantina.

 

População que não foi consultada, ou pode escolher entre pelo menos três finalistas, em uma votação, mesmo que on-line, e lhes foi imposto.

 

Infelizmente foi tirado o direito do povo de escolher seu hino, ou seja, voltamos a época medieval aonde uma elite decide em lugar do cidadão.

 

A letra escolhida não toca na religiosidade que levou a fundação da cidade de Bragança, nem sobre a passagem da Santa Paulina em terras bragantinas, nem sobre a rota de tropeiros, e sim cita a Cidade Poesia, que não condiz realmente coma realidade diária do Município, pois infelizmente a poesia não está presente  nos parques , bosques , ruas  e escolas da cidade, a associação de escritores na cidade não tem mais do que duas décadas e meia em contraste com os 255 anos de história, citar a Cidade Poesia é até lírico, mas não citar fatos história é imperdoável em um “hino”,  e na verdade se torna apenas uma  música não tão representativa como deveria, e não expressa o sentimento e orgulho de ser Bragantino nato ou de ter adotado a cidade para morar e viver.

 

A letra da Música escolhida foi Alma Bragantina, a melodia não nos foi enviada, confira abaixo o Hino Oficial de Bragança Paulista que certamente será executado em todas as Cerimônias Oficiais e em cada abertura da Sessão Ordinária e Extraordinária da Câmara Municipal de Bragança Paulista e cantada a pleno pulmões pelos vereadores que representam a cidade naquela casa Legislativa, além das escolas Municipais.

 

 

Confira a letra do hino oficial da cidade:

 

“Alma Bragantina”

Letra e Música: Danilo Stollagli

 

Da nobre dinastia tens o nome

Que mora dentro do meu coração,

Paulista com orgulho é sobrenome,

Que ostentas com sublime vocação.

 

Juntemo-nos sob a nossa bandeira

Que é símbolo de nossa união,

Ouvindo a comunidade inteira

Cantar com amor esta canção.

 

A minha alma é bragantina

Sou feliz vivendo aqui,

E não importa, se estou longe

Pois sempre volto para ti.

 

Com muito orgulho hei de servir-te

Trabalhando com vigor,

O povo unido, canta e proclama,

Salve Bragança meu amor!

 

A força que é própria do teu povo

Exalta o teu nome e a tua glória,

Bragança a cidade poesia,

De nossas mãos virá a tua vitória.

 

Entre sete colinas um poema

Que enaltece a tua memória,

Em teu brasão refulge o nosso lema,

És “A Maior”, confirma a tua história.

 

 

 

Da Redação com sugestão de Pauta inicial DIMP/BP