Bragança Paulista – Política: Prefeitura de Bragança afirma que trabalhou para atender a população prejudicada no que chamou de “acumulo de água” no último domingo – 25/11/2018

Prefeitura de Bragança afirma que trabalhou para atender a população prejudicada no que chamou de “acumulo de água” no último domingo – 25/11/2018 – Imagem: Facebook

 

A Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Segurança e Defesa Civil e Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil, divulga relatório das ocorrências registradas no último domingo (25/11). Por volta das 15h30 houve uma pancada de chuva de forte intensidade, com cerca de 44,13 mm de precipitação, acompanhada de trovões e relâmpagos, com velocidade de vento de 27km/h, terminando por volta das 17h30.

 

 

 

As estações meteorológicas instaladas no município registraram os seguintes índices pluviométricos por região: Jardim São Miguel – 99,4 mm; Jardim América – 58,6 mm; Lavapés – 56,8 mm; Centro – 28,6 mm; Jardim do Cedro – 17,4 mm; Água Comprida – 4 mm.

 

 

 

 

 

A equipe efetuou rondas pelos bairros considerados como áreas de risco, as Ruas Francisco Luigi Picarelli, Vila Malva, Jardim Califórnia, Rua 19 de Abril, Rua Jerônimo Martins Carreteiro, Av. José Gomes da Rocha Leal, Av. Pires Pimentel. Os locais de maior intensidade de alagamentos e inundações foram os Bairros do Lavapés, mais precisamente Praça Chico Major, Bairro Campo Novo, onde um pequeno córrego que passa próximo às residências transbordou e suas águas invadiram as residências ribeirinhas, não houveram vítimas, e nem a necessidades de remoção de famílias para abrigos públicos.

 

 

 

 

Foram registradas ocorrências de acumulo de água nos seguintes locais: Jardim São Miguel – Rua Antonio Pascoalino Cataldo (próximo à quadra); Jardim Iguatemi – Avenida Dom Bosco (via de acesso ao bairro); Avenida dos Imigrantes x Clemente Ferreira; Rodovia Benevenuto Moreto – Entrada Green Park; Rua Dona Carolina x Praça da Bíblia (imediações Lojas CEM).

 

 

 

Além desses locais, foram realizadas rondas da Defesa Civil nos demais pontos de conhecimento com histórico de alagamento, onde nada foi constatado. Aos moradores e comerciantes das áreas afetadas a SEMADS entregou materiais de limpeza, de higiene, cobertores e afins, não sendo necessário o deslocamento de famílias para abrigos.

 

 

 

Ademais, a Secretaria de Mobilidade Urbana trabalhou isolando e orientando o trânsito de forma a minimizar os impactos das fortes chuvas até que se restabelecesse a normalidade. A Secretaria de Serviços atuou em conjunto com a limpeza das vias públicas, disponibilizando caminhões e máquinas. A Guarda Civil Municipal atuou no auxílio e monitoramento dos locais afetados e apoio no local do alagamento. E o Corpo de Bombeiros foi acionado para efetuar a remoção de forma segura de pessoas que estavam na via pública, ilhadas pelo alagamento.

 

 

 

 

Para notificar ou acionar a Defesa Civil basta ligar para o número (11) 4035-7677 (horário comercial) ou na Guarda Municipal (plantão 24h) através do número 153.

 

 

 

 

Nesta segunda-feira (26/11), a Secretaria Municipal de Serviços continuou a limpeza das vias com o caminhão pipa, além de realizar a limpeza em alguns bueiros.

 

 

 

Da Redação com base em release enviado pelo DIMP/BP