Bragança Paulista – Política: O cadastramento e atualização do Cadastro Único (CadÚnico) em Bragança será descentralizado a partir do dia 03/09/2018.

O cadastramento e atualização do Cadastro Único (CadÚnico) em Bragança será descentralizado a partir do dia 03/09/2018.
O cadastramento e atualização do Cadastro Único (CadÚnico) em Bragança será descentralizado a partir do dia 03/09/2018.

 

 

Atendendo às reivindicações da população e com o objetivo de facilitar o acesso à proteção social, a Prefeitura da Estância de Bragança Paulista, por meio da Secretaria Municipal de Ação e Desenvolvimento Social (SEMADS), estará descentralizando o cadastramento e atualização cadastral do Cadastro Único (CadÚnico). A partir do dia 3 de setembro, esse serviço poderá ser feito nos dois Centros de Referência de Assistência Social – CRAS da zona norte Planejada e Águas Claras.

 

 

Em Bragança Paulista, o atendimento do Setor do Cadastro Único é realizado na Travessa Silva Pinto, 180 – Vila Mota e, com a descentralização, também será realizado no CRAS Planejada, localizado na Rua Fausto Pagetti, 477 – Planejada I e no CRAS Águas Claras, localizado na Rua Benedito Luiz Afonso, 180 – Jardim Águas Claras, atrás do Condomínio Marcelo Stefani.

 

 

 

 

Segundo a Secretária Municipal da SEMADS, Margarete Alvarenga, “Facilitar o acesso ao CadÚnico às famílias da zona norte foi uma das demandas que a Administração Municipal solicitou. Esse cadastro é utilizado como instrumento para seleção e inclusão de famílias de baixa renda em programas federais, como o Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica, Programa Minha Casa Minha Vida, Benefícios de Prestação Continuada – BPC (LOAS), entre outros. Ele funciona como porta de entrada para as famílias acessarem diversas políticas públicas”.

 

 

 

 

O CadÚnico reúne informações sobre a situação das pessoas e famílias, sendo um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o Governo Federal, estados e municípios conheçam a realidade socioeconômica dessa população. O responsável por manter e fazer a gestão do sistema online é a Caixa Econômica Federal.

 

 

 

 

Podem se inscrever famílias com renda mensal per capita de até meio salário mínimo; família com renda mensal total de até três salários mínimos; famílias com renda maior que três salários, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do Governo; pessoas que moram sozinhas, pois constituem as chamadas famílias unipessoais; pessoas que vivem em situação de rua. Para o cadastro é necessária a apresentação dos documentos pessoais (RG e CPF) de todos os familiares, Carteira de Trabalho, Comprovante de Endereço, Comprovante de Renda, Certidão de Nascimento dos filhos, declaração de vacina e declaração de frequência escolar.

 

 

 

Atualmente, Bragança Paulista conta com mais de 13 mil pessoas cadastradas no CadÚnico e, aproximadamente, 3.900 recebem Bolsa Família. Salientando que a atualização neste sistema deve ser realizada a cada um ano e meio, ou sempre que alguma mudança ocorrer na família, como nascimentos, mortes, aumento ou diminuição da renda, entre outros.

 

 

 

Os entrevistadores e cadastradores do CadÚnico serão: Luis Jamelli, no CRAS Planejada e Laércio Dorta, no CRAS Águas Claras. Além deles, fazem parte da equipe a Gestora dos Programas Sociais Maria de Lourdes Diniz e a Coordenadora dos CRAS Harumi Kawagoe Alvarisa.

 

 

 

A abrangência do CRAS Planejada é: Bairros Zona Urbana – Distritos Industriais II, IV e IV-B, Jardim Fraternidade, Jardim das Palmeiras, Julieta Cristina, Planejadas I, II e III, Parque dos Estados e Vila Esperança; bairros Zona Rural – Araras, Araras dos Bandeiras, Araras dos Lemes, Araras dos Moris, Araras dos Pereiras, Bairro dos Cardosos, Bairro dos Modestos, Curitibanos, Jardim Flamboyan e Sete Barras. A abrangência do CRAS Águas Claras é: Zona Urbana – Bragança Paulista F e G, Bragança LU, Comercial Acohab, Condomínio Residencial Nova Cidade, Henedina Rodrigues Cortez, Jardim Águas Claras, Jardim do Cedro, Jardim Morumbi, Jardim Santa Lucia, Lago do Moinho, Recanto dos Pássaros, Residencial Hípica Jaguari, Residencial Vem Viver Bragança e Conjunto Habitacional Marcelo Stefani; bairros Zona Rural – Agudo, Agudo dos Frias, Agudo dos Menin, Campininha, Chácara Luzia Vicente, Estiva do Agudo, Futuro Parque Ecológico, Menin, Ponte Alta e Recanto da Montanha.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do DIMP/BP