Bragança Paulista – Política: CEI da ABBC da Câmara Municipal de Bragança recebeu o vereador Paulo Mário

CEI da ABBC da Câmara Municipal de Bragança recebeu o vereador Paulo Mário
CEI da ABBC da Câmara Municipal de Bragança recebeu o vereador Paulo Mário

A CEI (Comissão Especial de Inquérito) que apura a gestão dos contratos firmados junto a OS (Organização Social) ABBC (Associação Brasileira de Beneficência Comunitária) para a prestação de serviços de atenção básica e urgência e emergência no município ouviu o vereador Paulo Mário Arruda de Vasconcellos na 14ª reunião (25/6). Os membros da CEI, os vereadores Claudio Moreno (presidente), Sidiney Guedes (relator), Antonio Bugalu, João Carlos Carvalho e Rita Leme convidaram Paulo Mário para falar das motivações que o levaram a apresentar requerimento para que os contratos fossem investigados em 2015.

 

 

 

“Quando foi aprovado o projeto de lei para a terceirização do setor, fiquei receoso, mas devido ao posicionamento de todos os vereadores, votei favorável. Em seguida tivemos a participação de uma cidadã em tribuna, que apresentou uma série de argumentos contra a ABBC, e a partir daquele momento comecei a fazer diligências nas unidades de saúde e a colher informações de funcionários e usuários da rede”, explicou Paulo Mário.

 

 

 

 

 

No relato, o vereador afirmou ter sido procurando por pessoas que falaram de irregularidades praticadas pela OS no município, mas que no decorrer da apuração desistiram de seguir a diante com as denúncias. “Ocorreram situações estranhas como um denunciante que fez denúncias graves, e depois voltou atrás e até mudou o número de telefone e pediu que eu esquecesse tudo que fora dito, pois estava com medo das ameaças que vinha sofrendo. O segundo fato que me deixou chocado foi a abordagem no prédio da Câmara por um senhor que se identificou como advogado e pediu que eu parasse com as investigações em troca de apoio financeiro para a minha campanha”, afirmou.

 

 

 

 

Paulo Mário compareceu a reunião da CEI da Saúde acompanhado do diretor do Departamento Jurídico da Câmara Municipal, Romeu Pinori Taffuri Júnior. “Lembro que o vereador Paulo Mário estava muito empenhado em manter a investigação à época, até que um dia recebeu uma ligação convidando para uma conversa e pediu que eu participasse. Era uma médica que dizia ser contratada pela ABBC e que estava acompanhada de duas advogadas, e relatou várias irregularidades da OS. Na conversa a senhora também se propôs a apresentar documentos comprometedores, mas nunca mais apareceu”, encerrou Taffuri Júnior.

 

 

 

 

 

Para depoimento na 15ª reunião, os membros da CEI aprovaram a convocação de Maria Gorete Pinafi Heged, diretora da ABBC. Com a aprovação em Plenário do Requerimento 525/18, os membros da Comissão têm mais 120 dias, que serão usados para a contratação de auditoria especializada na verificação de documentos fiscais e para a elaboração do relatório final com a conclusão do inquérito.

 

 

 

 

Composta pelo vereador Claudio Moreno (presidente), Sidiney Guedes (relator), Antonio Bugalu, João Carlos Carvalho e Rita Leme, a Comissão deve se reunir na próxima segunda-feira (2/7), a partir das 14h, no Auditório José Nantala Bádue. Os interessados podem acompanhar os trabalhos presencialmente ou pela internet, por meio do site da Câmara.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do Departamento de Comunicação Institucional da Câmara Municipal de Bragança Paulista