Bragança Paulista – Política: Câmara Municipal de Bragança realizou evento para “III Semana Municipal de Conscientização Sobre o Lúpus”.

Lúpus
Lúpus

 

A Câmara Municipal de Bragança Paulista, em parceria com a Prefeitura, realizou na última semana (10/5), evento em alusão ao Dia Mundial de Conscientização Sobre o Lúpus. A atividade reuniu especialistas, portadores da doença e representantes do Executivo para uma troca de experiências. O evento fez parte da III Semana Municipal de Conscientização Sobre o Lúpus, instituída pelos vereadores Fabiana Alessandri e Antonio Bugalu.

 

 

 

 

A tarde de mobilização contou com a participação do professor Emerson Corrêa, que partilhou como é viver com Lúpus. Corrêa abordou as principais dificuldades no enfrentamento da doença. A aposentada Celi Aparecida Guilherme dos Santos, também contou suas experiências. Celi foi quem procurou os vereadores, anos atrás, para explicar as dificuldades encontradas no atendimento público do município, o que culminou com a lei municipal instituindo a semana de conscientização.

 

 

 

 

O médico psiquiatra Laertes Ferreirinha Cestari, que atua no Nasf (Núcleo de Apoio a Saúde da Família) de Bragança apresentou aspectos psicológicos e psiquiátricos do paciente acometido por Lúpus. Cestari frisou a necessidade do portador da doença em compreender e reconhecer as alterações do humor e comportamento devido à doença.

 

 

 

 

Após as manifestações, o público pôde interagir, partilhando casos e tirando dúvidas sobre atendimento na rede pública, além de sugerir melhorias ao município. “Realizamos este evento pois queremos lutar para que vocês tenham mais qualidade de vida, para que as pessoas tenham as informações necessárias sobre a doença e possamos assim melhorar cada vez mais a saúde pública de Bragança Paulista. Foi muito importante ouvir o depoimento de vocês aqui hoje para juntos melhorarmos a saúde do município”, disse a vereadora Fabiana Alessandri.

 

Impacto do Lúpus no Corpo
Impacto do Lúpus no Corpo

 

 

A secretária Municipal de Saúde, Marina de Oliveira, reiterou as palavras de Fabiana. “Promover este tipo de discussão é sempre importante, pois podemos desenvolver políticas públicas e melhorias para tratar a doença. O Lúpus é uma doença autoimune e não tem cura, pouco conhecida por grande parte da população. Ações como esta ampliam o conhecimento para todos”, disse.

 

 

 

 

Antonio Bugalu também deixou seus cumprimentos pela realização do evento. “Agradeço a todos que estiveram aqui nesta tarde. Vamos nos empenhar ainda mais para que vocês tenham um tratamento digno nos postos de saúde. Agradeço a participação e todo apoio da secretária Marina. Agradeço também a presidente Beth Chedid por ter aberto as portas da Casa para que realizássemos o evento”, encerrou.

 

 

 

 

Estiveram presentes os vereadores Claudio Moreno, Dr. Claudio, Ditinho Bueno do Asilo, a presidente da Câmara, Beth Chedid, pacientes portadores de Lúpus, alunos das Escolas Técnicas Madre Paulina e Nova Biotec, além de servidores municipais da área da saúde.

 

 

 

 

Sobre o Lúpus

 

 

 

 

O Lúpus é uma doença crônica autoimune, caracterizada por inflamações na pele, articulações, olhos, rins, cérebro, coração e pulmões. Não tem causa conhecida e é mais comum em mulheres jovens e em pessoas negras e mestiças.

 

 

 

 

Nessa doença, o corpo produz uma quantidade muito maior de anticorpos e esse desequilíbrio resulta em um mau funcionamento. Dessa forma, a nossa defesa “ataca” o próprio corpo, podendo atingir qualquer parte do organismo, principalmente, atingindo o núcleo das células. O Lúpus ainda é uma doença sem cura e bastante imprevisível, mas que possui tratamento.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do Departamento de Comunicação Institucional da Câmara Municipal de Bragança Paulista