Bragança Paulista: Passagens de ônibus urbano e suburbano em Bragança aumentam 8,8% e passam para R$ 3,70, já neste domingo – 07/02/2016

Em redes sociais a população reclama, por exemplo no dia 03 de fevereiro: Ônibus Parque dos Estados Guaripocaba - linha 126, no horário da manhã já estava com problema na catraca. Agora a tarde (17:25) cheirando queimado, travou a catraca, não saiu do ponto e ainda querem aumentar a passagem com esses carros velhos rodando, é uma vergonha. — com Ana Gaby.
Em redes sociais a população reclama, por exemplo no dia 03 de fevereiro: Ônibus Parque dos Estados Guaripocaba – linha 126, no horário da manhã já estava com problema na catraca. Agora a tarde (17:25) cheirando queimado, travou a catraca, não saiu do ponto e ainda querem aumentar a passagem com esses carros velhos rodando, é uma vergonha. — com Ana Gaby.

 

 

Com uma deficiência na qualidade, com uma frota em condições precárias e que deixa muito a desejar pela limpeza, conforto e pontualidade, a população Bragantina terá que pagar mais caro para poder usar o transporte urbano e suburbano.

 

 

 

O prefeito Fernão Dias e sua equipe decidiram conceder um aumento para empresa que possui a exclusividade do transporte público, a passagem foi dos já abusivos R$ 3,40 para os exorbitantes R$ 3,70, levando em conta a qualidade do serviço prestado.

 

 

 

 

A concessionária quando solicitou o aumento das passagens, em sua planilha constava um pedido de R$ 4,02, para poderem cobrir os preços operacionais, mas estranhamente não tinham os valores que são arrecadados com propagandas nos ônibus e pontos espalhados por todo o município, que deveriam, pela ética, serem utilizados no abatimento dos  “custos”, mas este detalhe deveria ser fiscalizado pelo legislativo Bragantino, pois os vereadores foram eleitos para trabalharem a favor da população.

 

 

 

 

Para justificar ou abrandar um pouco os ânimos o decreto trás o aumento do prazo  para a utilização do chamado “Bilhete Único” permitindo-se aos usuários a aquisição de 60 (sessenta) passagens, ao custo unitário de R$ 2,20 (dois reais e vinte centavos) totalizando a aquisição ou recarga do cartão a quantia de R$ 132,00 (cento e trinta e dois reais), com prazo de validade ampliado, de 40 (quarenta) dias para 50 (cinquenta) dias.

 

 

 

 

Apesar de ter cumprido parte de promessas de campanha com a implantação do chamado “Bilhete Único”, o prefeito Fernão Dias tinha como uma das Bandeiras de campanha a redução da passagem de ônibus em Bragança Paulista, com a abertura de uma nova concorrência para este serviço, pontos cobertos e controle de eletrônico de horários, mas o que se constata é que estas foram   promessas que infelizmente ele não conseguiu cumprir.

 

 

Promessas de Campanha
Promessas de Campanha

 

Infelizmente a utilização do “Bilhete Único” e como consegui-lo, e os pontos de recarga não é divulgado na página da empresa, há sim a propaganda do bilhete normal conhecido como “Vai”, ficando muitos usuários impedidos por falta de informação de usá-lo.

 

Página da empresa não trás informações sobre o Bilhete único
Página da empresa não trás informações sobre o Bilhete único

 

 

 

 

Reclamações

 

 

 

População desabafa pois não possui um canal para isto, a não ser com a prestadora de serviço, que estranhamente é a que se auto-fiscaliza
População desabafa pois não possui um canal para isto, a não ser com a prestadora de serviço, que estranhamente é a que se auto-fiscaliza

 

 

Não é raro as reclamações pela falta de manutenção na frota, do desconforto dos passageiros para esperar os ônibus em paradas que não protegem do sol e nem da chuva, e principalmente pelos atrasos constantes, aliás vale lembrar que quem administra a fiscalização dos serviços prestados é a própria empresa, o que não é o ideal.

 

 

FALTA DE COMBUSTÍVEL DEIXA PASSAGEIROS A PÉEmpresa quer aumentar passagem para R$ 4,02Hoje a tarifa é R$ 3,40

Publicado por Claudio Moreno Andrade em Quarta, 27 de janeiro de 2016

 

 

 

 

Confira abaixo o Decreto  Nº 2.245 de 04 de fevereiro 2016. Fixa o valor da tarifa dos serviços urbano e suburbano de transporte coletivo de passageiros no Município, e dá outras providências.

 

 

 

DECRETO Nº 2.245 de 04 de fevereiro 2016.
DECRETO Nº 2.245 de 04 de fevereiro 2016.

 

 

 

Da Redação