Bragança Paulista: O Vereador Basilio Zecchini questionou a falta de respostas de requerimentos e indicações feitas à Administração

O Vereador Basilio Zecchini cobra sinalização das ruas do centro e faz indicações ao Executivo

 

O vereador Basilio Zecchini Filho cobrou uma série de respostas da Administração no que diz respeito a indicações e requerimentos por ele encaminhados. Dentre os principais temas, Basilio citou a necessidade da sinalização vertical e horizontal das ruas do centro.

 

 

O parlamentar explicou que, de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, nenhuma via pavimentada pode ser entregue após sua construção, ou reaberta ao trânsito após a realização de obras ou de manutenção, enquanto não estiver devidamente sinalizada, vertical e horizontalmente, de forma a garantir as condições adequadas de segurança na circulação.

 

 

“Não teria como deixar essas ruas do centro fechadas enquanto não fizerem a devida sinalização, mas seria razoável que essa sinalização fosse feita com urgência. Afinal, são dezenas de cruzamentos que não estão sinalizados. As pessoas que são de fora de Bragança não sabem como funciona isso. Temos um problema muito comum na descida da Travessa Riachuelo. As pessoas descem da praça (Praça Raul Leme) e aquele trecho é de mão única. Quem não é de Bragança imagina que a rua continua como mão única até o final, então as pessoas vem na contramão quando chegam no cruzamento com a Av. José Gomes da Rocha Leal”, explicou.

 

 

O vereador pediu que as devidas providências sejam tomadas com urgência. Outro requerimento cobrado foi a respeito de melhorias para a viela entre a Escola Municipal Professor Fernando da Silva Leme e a Rua Julieta Leme Siqueira, na Santa Luzia.

 

 

 

“Com a restrição de circulação de caminhões na Av. Alberto Diniz, o tráfego no trecho aumentou consideravelmente. Muitas crianças andam por ali, mas como o trecho é de terra, tem mato, outras optam por andar na Rua Itapechinga, onde não há calçamento, gerando muito medo nos pais. Pedimos a atenção da Prefeitura, para se possível cascalhar ou pavimentar essa viela, tornando o local mais seguro. Já fiz esse pedido”, alertou.

 

Basilio ainda fez cobranças em relação a uma denúncia recebida de um munícipe. “Recebi uma denúncia avisando que na Rua Armando Barletta (Vila Aparecida), altura do número 460, existe um terreno que é da Prefeitura. Foi pedida a limpeza do local, mas todo lixo e limpeza do mato foi deixado lá”, afirmou. O vereador fez uma indicação para retirada do lixo e atenção aos moradores de rua que estão vivendo ali.

 

 

Encerrando sua participação, outro requerimento sem resposta foi retomado: a respeito das lombadas no entorno do Lago Taboão. Outra indicação foi a respeito das tubulações de águas pluviais próxima aos bares do lago. No local tem descido água em grande quantidade, sem ser período de chuva e não é água pluvial. “Se a Prefeitura puder fazer vistoria no local seria importante”, encerrou.

 

 

Da Redação com informações provenientes do Departamento de Comunicação Institucional da Câmara Municipal de Bragança Paulista