Bragança Paulista – Meio Ambiente: Você sabia que Bragança Paulista tem Coleta Seletiva? Saiba os bairros e os dias que acontecem.

Confira se seu Bairro em Bragança é atendido pela Coleta Seletiva e em que dias. - Imagem: pixabay.com
Confira se seu Bairro em Bragança é atendido pela Coleta Seletiva e em que dias. – Imagem: pixabay.com

 

 

A Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de separar o lixo adequadamente e promover a sustentabilidade, informa a população sobre pequenas atitudes que podem ser adotadas para uma destinação adequada dos resíduos gerados nas residências.

 

Com a ideia de que “Separar o lixo é fácil. Adote essa ideia!”, a Secretaria do Meio Ambiente explica como é simples adotar novos hábitos em relação ao lixo. A principal diferença consiste em ter duas lixeiras em casa, em uma serão depositados os lixos orgânicos (considerados úmidos) e em outra os lixos recicláveis (secos).

 

 

 

São considerados resíduos orgânicos restos de verduras, frutas, folhas secas, podas de grama, serragem não tradada, cascas de ovos, por exemplo. Esses resíduos podem ser aproveitados na compostagem, transformando resíduos orgânicos em adubo de qualidade para qualquer tipo de cultivo.

 

 

Já os resíduos secos recicláveis são: PAPEL – folhas e aparas de papel, jornais e revistas, caixas, papelão, formulários de computador, cartolina e cartões, envelopes, fotocópias, folhetos e impressos em geral, TetraPak. PLÁSTICO – potes de alimentos (inclusive as tampas), PET, garrafas de água mineral, recipientes de limpeza e produtos de higiene, PVC, sacos plásticos, brinquedos, baldes. VIDRO – potes e frascos, copos, garrafas. METAL – latas de alumínio, latas de aço, ferragens, canos, esquadrias e arame.

 

 

Em Bragança Paulista, o Programa de Coleta Seletiva de porta a porta atende 25 bairros, divididos em três setores. Após coleta desses materiais, os resíduos são encaminhados para Usina Municipal de Reciclagem, localizada no Jd. São Miguel, onde é feita a triagem, aproveitamento e comercialização dos materiais. Para participar, a população deve colocar o material reciclável na rua, preferencialmente limpos e secos, em um único recipiente.

 

 

As regiões atendidas pela coleta são:

– Setor A (Zona Sul), coletas seletivas as terças e quintas-feiras – Vila Malva, Jd. Europa, Sta Luzia, Taboão, Jardim Califórnia, Jd. Primavera, Chácaras São Conrado, Jd. São José, Jd. Amapola e Lago do Taboão;

 

 

– Setor B (Zona Norte), coletas seletivas as segundas e sextas-feiras – Vila Esperança, Cidade Planejada I, Cidade Planejada II, Chácara Julieta Cristina e Parque dos Estados; e

 

 

– Setor C (Zona Sul), coletas seletivas as quartas-feiras e sábados – Jd. do Lago, Lagos de Santa Helena, Altos de Sta Helena, Jd. Do Sul, Colinas de São Francisco, Portal das Estâncias, Pinheiral de Sta Helena, Centro Empresarial Jaguari, Parque das Faculdades.

 

 

A fim de cumprir as metas estipuladas no Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, a Secretaria do Meio Ambiente está trabalhando para que haja um aumento gradual de, aproximadamente, 20% por ano, atingindo o percentual de 100% estabelecido na meta até 2023. No período de outubro de 2018 até fevereiro de 2019, foram 550.000 horas de coleta seletiva porta a porta.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do DIMP/BP