Bragança Paulista – Meio Ambiente: Parada PET aconteceu no último final de semana em Bragança

Parada PET aconteceu no último final de semana em Bragança

 

A Parada PET, que aconteceu neste domingo (06/10), no Lago do Taboão, realizou diversas atividades em alusão ao dia Mundial dos Animais e de São Francisco de Assis – padroeiro dos animais e da natureza, comemorado em 4 de outubro. O evento foi promovido pela Universidade São Francisco com o apoio da Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria do Meio Ambiente.

 

 

Fizeram parte do evento a cãominhada, benção dos animais, apresentação de cães, concurso, feira de adoção, banho e tosa e sorteios com a participação de diversos expositores. Além disso, o evento propiciou uma ação solidária em prol da Associação de Proteção aos Animais Faros d’Ajuda, que atua na cidade há mais de 10 anos e faz a gestão compartilhada com a Prefeitura do Abrigo Municipal de Cães e Gatos e do SAMUVET, com a arrecadação de doações.

 

 

A Administração Municipal participou com o Castramóvel e a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Veterinária – o SAMUVET. Além de realizar o cadastro de interessados em participar com seus animais das próximas campanhas de castração e microchipagem.

 

 

O Castramóvel executa, por meio dos mutirões, o programa de esterilização de cães e gatos do município, que visa efetivar o controle populacional, principalmente dos animais abandonados nas ruas. A ação visa cumprir o Plano de Governo da Administração do Prefeito Jesus Chedid e Vice Amauri Sodré, em prol da saúde e segurança dos animais que se encontram em situação de rua, principalmente daqueles pertencentes à famílias de baixa renda.

 

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Veterinária SAMUVET funciona 24h com regates de animais sem donos em situação de rua doentes, feridos ou machucados. O serviço pode ser acionado no telefone 11 94304-1312, que possibilita tanto ligações quanto o contato pelo aplicativo de mensagens Whatsapp, ofertando mais possibilidades de contato para a população com o envio de mensagens, foto ou vídeo do animal e sua localização em tempo real – otimizando ainda mais o resgate. A orientação é que a população contate o serviço nos casos realmente de emergência, ajudando assim a otimizar o resgate daqueles que mais precisam do atendimento.

 

 

Da Redação com informações do DIMP/BP