Bragança Paulista: Guarda Civil de Bragança prende seis pessoas durante feriado prolongado

Guarda Municipal de Bragança Paulista
Guarda Municipal de Bragança Paulista

 

 

Seis pessoas foram presas pela Guarda Civil, acusadas de roubo, furto e violência doméstica, durante o final de semana prolongado.


Na sexta-feira, dia 1º, a Guarda Civil deteve um acusado de furtar barras de chocolate e produtos de higiene em um supermercado situado no Matadouro. Na delegacia, como o acusado não pagou fiança, foi encaminhado à Cadeia de Piracaia.

 

 
Ainda na sexta-feira, guardas civis foram acionados pelo Plantão da Polícia Civil a comparecer na avenida São Lourenço, onde uma mulher tinha sido agredida pelo marido.

 

 

 

 

Casados há 23 anos, o homem ameaçou a mulher com uma faca, depois de lhe dar dois tapas no rosto.

 

 

Depois de apanhar a mulher procurou à delegacia e o seu marido foi detido em casa. Ele também foi recolhido a Cadeia Pública de Piracaia, já que não pagou fiança.

 

 

Na tarde de sábado, dia 2, a equipe de Rondas Ostensivas Municipais (ROMU), deteve dois acusados de roubo na rua São Cristóvão, na Vila Aparecida.

 

 

A dupla, armada com uma faca, ameaçou a vítima, roubando da mesma R$ 60,00, uma bíblia e uma sacola com diversos pertences da vítima. Os dois ainda tentaram fugir, mas foram detidos nas proximidades pela Guarda Civil, sendo conduzidos ao Plantão Central, autuados em flagrante por roubo e recolhidos à Cadeia de Piracaia.

 

 

 

Um roubo semelhante aconteceu na manhã de domingo, dia 3 e a equipe do Grupo de Apoio com Cães (GOC), deteve dois acusados na Praça da Bíblia, no Lavapés.

 

 

 

De acordo com o registrado a dupla abordou uma jovem de 20 anos e a ameaçou com uma faca, roubando da mesma um celular e R$10,70.

 

 

 

A Guarda Civil foi acionada e deteve os acusados, que foram conduzidos ao Plantão Central, autuados em flagrante e também recolhidos à Cadeia Pública de Piracaia.

 

 

Da Redação