Bragança Paulista: Dois Moto-taxistas são vítimas de facadas em menos de 48 horas em Bragança Paulista

Dois Moto-taxistas são vítimas de facadas em menos de 48 horas em Bragança Paulista – Imagem meramente ilustrativa

 

Dois casos envolvendo moto-taxistas movimentaram o noticiário policial esta semana em Bragança Paulista. As duas vítimas foram alvo de facadas em um espaço de tempo menor de 48 horas.

 

 

O primeiro ocorreu na madrugada da quarta-feira de cinzas (01) quando o moto-taxista retornava de uma corrida que tinha feito no Jd. Águas Claras e ao passar pela R. João Antônio de Toledo, no Jd. Cedro, foi parado por um indivíduo, que seria seu cliente e solicitou uma corrida. Repentinamente o passageiro desferiu uma facada no pescoço do moto-taxista e roubou sua motocicleta JTA/Suzuki/GSR 125, prata, placa FLO-4850/B.P. A vítima conseguiu pedir ajuda a moradores próximos do local, que o socorreram à Santa Casa, onde ele foi submetido a cirurgia. A faca utilizada na agressão foi encontrada junto com a vítima e apreendida.

 

 

 

O criminoso foi identificado como, Matheus Felipe Agiani, de 24, e foi detido por tentativa de latrocínio, após se apresentar com um advogado no 1º Distrito Policial, e  sua prisão temporária foi decretada pela Justiça por 30 dias, sendo recolhido à cadeia.

 

 

 

 

Matheus alegou em seu depoimento que teria tido uma desavença com a vítima em razão da corrida feita, acabando por ocorrer a agressão, e afirmou que ainda que apesar de ter ido embora com a moto da vítima,  não tinha intenção de roubá-la.

 

 

 

 

A mãe do jovem e seu advogado indicaram à polícia o local onde estava a moto, no bairro Morro Grande. A moto foi apreendida e restituída aos familiares da vítima.

 

 

 

 

O outro caso ocorreu na Avenida Antônio Pires Pimentel na manhã de quinta-feira (02). A vítima foi encontrada por outro prestador de serviços do local e socorrida à Santa Casa, onde permaneceu internada. A Polícia Civil foi contatada e compareceu ao hospital, onde conversou com a pessoa que socorreu a vítima, a qual prestou as primeiras informações. A vítima não pôde prestar esclarecimentos, pois estava em atendimento médico.

 

 

 

 

O moto-taxista autor da agressão seria um indivíduo conhecido como “Jé”, morador no bairro da Marina, onde Policiais Civis fizeram diligências, mas não o encontraram. O caso foi registrado no Plantão Central e será investigado pela Central de Polícia Judiciária.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do Tudo que acontece em Bragança e Região  Bragantina  Fato Policial