Bragança Paulista: Comissão de Saúde se reúne com Prefeito e representantes do IML de Bragança para discutir construção de novo necrotério

Comissão de Saúde se reúne com Prefeito e representantes do IML de Bragança para discutir construção de novo necrotério
Comissão de Saúde se reúne com Prefeito e representantes do IML de Bragança para discutir construção de novo necrotério

 

 

Vereadores já haviam discutido condições das instalações atuais e necessidade de melhorias

 
Na tarde de sexta-feira (14/8), o prefeito Fernão Dias da Silva Leme esteve reunido com os vereadores Natanael Ananias, Noy Camilo e Padre Juzemildo, membros da Comissão de Educação e Cultura, Esporte, Saúde, Saneamento e Assistência Social, vereador Antonio Bugalu, e os representantes do IML (Instituto Médico Legal), Mauro Canzian, médico legista chefe em Bragança Paulista, Roberval Bezerra Alves, representando o diretor do Núcleo de Perícias Médico-Legais da Região de Campinas, João Roberto Miller Junior e Isabel Cristina Garcia, atendente necrotério policial, para discutir a viabilidade da construção de um prédio para o necrotério de Bragança.

 

 

 

 

Segundo apresentado por Cazian, a proposta inicial da Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) era reunir em um único espaço o serviço do IML, Instituto de Criminalística (IC) e Necrotério. O prédio seria no local onde hoje funciona o IML e o IC, na Rua Arthur Siqueira, próximo ao Lago Taboão. Porém, a proposta fica inviabilizada pela legislação do município, que teria que alterar o zoneamento da área no Plano Diretor Municipal.

 

 

 

O prefeito Fernão Dias mostrou-se contrário às mudanças da lei e implantação do necrotério na área central da cidade. “Trazer o necrotério para dentro da cidade para atender a Região inteira não faz sentido. Ali é um lugar despreparado para isso, sem estrutura. Além disso, trabalho com uma política de descentralização dos equipamentos públicos”, explicou.

 

 

 

 

Outras duas propostas também foram apresentadas para a unidade de Bragança: reforma e manutenção do IML e IC, ou demolição completa da unidade e construção de novos prédios para IML e IC, sem necrotério.

 

 

 

O Estado também recebeu a proposta de doação de um terreno particular, no bairro da Penha, para construção do necrotério. A proposta de concessão de área particular para esse fim não foi bem vista pela consultoria jurídica, que não aceitou o terreno. “Não pareceria de bom tom ou livre de interesses aceitar essa área”, declarou Roberval.

 

 

 

Buscando solucionar o conflito, Fernão Dias propôs que o município receba esta área e encaminhe a doação ao Estado. “O município não tem nenhum entrave em aceitar a doação. Podemos fazer um termo de convênio e ceder essa área para o Estado”, explicou.

 

 

 

 

Roberval viu a proposta com bons olhos e o Executivo avaliará agora os tramites para receber a doação. O prefeito encaminhará um ofício ao Estado para formalizar a proposta.

 

 

 

Fonte: Da Redação com informações provenientes de Agências de Notícias e Departamento de Comunicação Institucional da Câmara Municipal de Bragança Paulista