Bragança Paulista: Bragança Paulista não tem nenhum caso de Febre Amarela mas a atenção é redobrada.

Febre Amarela

 

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por vetores artrópodes (insetos), que possui dois ciclos epidemiológicos distintos de transmissão: silvestre e urbano. Reveste-se da maior importância epidemiológica por sua gravidade clínica e elevado potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas pelo mosquito Aedes aegypti.

 

 

 

Bragança Paulista não possui nenhum caso suspeito. A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Divisão de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, está alerta a esta situação, inclusive acompanhando os boletins emitidos pelo Centro de Vigilância Epidemiológica e as atualizações divulgadas pelo Estado.

 

 

 

 

Embora não esteja ocorrendo a circulação viral no Município, a atenção é redobrada com as facilidades de locomoção e o elevado número de pessoas que se deslocam de e para as áreas de risco, aumentando as possibilidades de ocorrências.

 

 

 

 

 

A Prefeitura informa que a vacina contra Febre Amarela está disponível no Centro de Saúde Dr. Lourenço Quilici, localizado no bairro do Lavapés, para todas as pessoas que forem se deslocar para as áreas de risco, conforme lista disponível no site da ANVISA. A vacina deve ser administrada pelo menos 10 dias antes da viagem. Gestantes, crianças menores de 6 anos e pessoas com 60 anos ou mais somente serão vacinadas após avaliação médica com indicação por escrito.

 

 

 

Ao retornar das áreas de risco, a pessoa que apresentar febre, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas, vômitos, fadiga, fraqueza, coloração amarela na pele e no branco dos olhos, urina escura deve procurar imediatamente um atendimento médico.

 

 

 

 

Mais informações poderão ser obtidas junto à Divisão de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças no telefone (11) 4034-4144, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h.

 

 

 

Da Redação com informações da Divisão de Imprensa de Bragança