Bragança Paulista: Autoridades Bragantinas prestigiaram passagem de comando do 34º BPMI

Autoridades Bragantinas prestigiam passagem de comando do 34º BPMI

 

 

Em solenidade realizada na última sexta-feira, 7 de abril, no 34º Batalhão da Polícia Militar do Interior, assumiu o comando o Coronel Mário Pugliesi Falararo. A passagem de comando foi feita pelo major Marcos Aurélio Martins dos Santos, representando o Tenente Coronel PM Júnior Fabiano Suero.

 

 

 

 

 

Prestigiaram o evento, o prefeito Jesus Chedid, vice-prefeito Amauri Sodré, Deputado Estadual Edmir Chedid, vereadores, familiares e integrantes da corporação militar.

 

 

 

 

 

No uso da palavra, Cel. Pugliesi falou do valor da corporação militar, “Somos uma família que sacrifica nossos interesses particulares e convívio familiar para proteger a sociedade e nós acreditamos no que fazemos prevalecendo a Paz e o direito do cidadão respeitando as leis brasileiras.”

 

 

 

 
Na ocasião, agradeceu a presença dos representantes do Poder Executivo, “Ficamos honrados com as presenças do prefeito Jesus, vice Amauri e o Deputado Edmir Chedid, que nos dão respaldo para continuarmos esta parceria com os órgãos policiais visando a segurança e o bem comum da comunidade bragantina. Fui muito bem recebido aqui em Bragança, inclusive quando da visita ao prefeito Jesus Chedid no gabinete do executivo. Tenho a certeza que vamos realizar um ótimo trabalho em conjunto com as demais forças.” Finalizou.

 

 

 
O major Marcos Aurélio, informou que a solenidade ocorre em média a cada dois anos nos batalhões, sendo um dos momentos mais esperados pelos policiais, marcando a evolução na carreira militar, “A importância dessa solenidade é a renovação do comando das unidades com objetivo de melhorar o policiamento que é ofertado a população. Dessa forma estamos melhorando a segurança do Município. Nas trocas de comando sempre acontecem as promoções e uma mudança interna e de atuação positiva no policiamento de cada batalhão. Em Bragança estamos reduzindo os índices de criminalidade graças ao apoio da população e os trabalhos em conjunto com os poderes constituídos da cidade.”

 

 

 

 

 

 

 
Da Redação com informações provenientes do DIMP/BP