Bragança Paulista: 2ª Jornada da Cidadania e Empregabilidade acontece no Centro de Ressocialização em Bragança até o dia 15/09/2017

A Administração Municipal acompanhou o início do conjunto de ações em prol da reintegração social no CR “Enfermeiro Angelo Fernando Baratella”. Durante o evento os reeducandos poderão tirar documentos e receberão atendimentos jurídicos e de saúde.

 

 

Na manhã da última segunda-feira, 11, foi marcada pela abertura da 2ª Jornada da Cidadania e Empregabilidade que acontece no Centro de Ressocialização “Enfermeiro Angelo Fernando Baratella” de 11 a 15 de setembro. O vice-prefeito Amauri Sodré, participou da cerimônia representando o prefeito Jesus Chedid.
 

A Jornada da Cidadania e Empregabilidade é uma realização da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SAP), Coordenadoria das Unidades Prisionais da Região Central do Estado e Centro de Ressocialização “Enfermeiro Angelo Fernando Baratella”. Durante essa semana é oferecido aos reeducandos um conjunto de serviços essenciais para auxiliá-los na retomada da vida em liberdade, trazendo para dentro do sistema penitenciário um mutirão de ações para fornecer importantes ferramentas no processo de reintegração social.

 

Nesse período, acontecem diversas atividades e serviços como a expedição de documentos (RG, CPF e Carteira de Trabalho), atendimentos jurídicos, sociais, religiosos e sobre saúde pessoal, com palestras voltadas a motivação e empreendedorismo. Os reeducandos passarão também por cursos profissionalizantes, já preparando cada um deles para o mercado de trabalho colaborando assim na retomada de sua vida social, educacional e profissional.
 

Na ocasião, o vice-prefeito Amauri Sodré falou sobre o interesse da Administração Municipal em se firmar uma parceria entre Município e Estado para a contratação de reeducandos do Centro de Ressocialização da cidade em trabalhos da Prefeitura, reforçando ainda que a Jornada é uma ferramenta de reintegração social a fim de preparar os reclusos para a vida fora do Centro de Ressocialização.

 

 

A abertura teve a participação dos jovens Daniel Andrade (saxofone) e Valdir Gil (violão), a dupla foi convidada para tocar algumas músicas e pronunciar palavras de incentivo aos internos. Daniel contou sua experiência e sobre o projeto social “Instituto Musical” do Parque dos Estados. Eles tocam em hospitais, asilos e presídios.

 

 

No primeiro dia, os alunos da Escola Técnica Madre Paulina, acompanhados pela Professora Gabriela N. Correia e a Enfermeira Chefe Patrícia de Mello Zaitune, realizaram testes rápidos como o de HIV e Sífilis.

 

 

Estiveram presentes na solenidade o vice-prefeito Amauri Sodré, representando o prefeito Jesus Chedid, a Diretora da Unidade Solange Elias da Costa Silva, o Gerente Regional da FUNAP Claudinei Braga Correia, o Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo Miguel Ângelo Brandi Junior, o vereador Sidiney Guedes, a Juíza Corregedora Luciana Netto Rigoni da 4ª RAJ de Campinas, entre outros.

 

 

Da Redação com informações provenientes do DIMP/BP