Tecnologia: Trem de levitação japonês bate recorde de velocidade de 600 km/h

Protótipo do futuro trem japonês de levitação eletromagnética, que pode chegar a uma velocidade de 603 km/h. Mandatory credit REUTERS/Kyodo
Protótipo do futuro trem japonês de levitação eletromagnética, que pode chegar a uma velocidade de 603 km/h.
Mandatory credit REUTERS/Kyodo

 

 

Um protótipo do futuro trem japonês de levitação eletromagnética bateu nesta terça-feira (21) um novo recorde de velocidade, atingindo a marca de 603 km/h, segundo a fabricante Central Japan Railways. O teste, com pessoas a bordo, foi realizado em uma linha especial de 42,8 km em Yamanashi (centro do Japão), onde o trem é desenvolvido há vários anos.

 

Um porta-voz da companhia japonesa informou que “o ritmo de 603 km/h foi mantido por 10,8 segundos durante a travessia de um túnel”. A experiência é inédita no mundo e supera o recorde precedente de 590 km/h, obtido recentemente pelo mesmo trem.

 

 

 

O teste realizado hoje teve por objetivo verificar a estabilidade do trem, mesmo em velocidades muito superiores às que serão utilizadas em serviço comercial. Uma senhora japonesa que foi admirar a “proeza tecnológica” disse que sentia “arrepios” e estava emocionada ao ver o trem em movimento.

 

 

40 minutos entre Tokyo e Nagoya

 

 

A nova linha ferroviária que vai contar com o trem de levitação eletromagnética deve entrar em operação em 2027 entre Tóquio (leste) e Nagoya (centro). O trem deverá circular a 500 km/h e levará apenas 40 minutos para percorrer os 286 km que separam as duas cidades. A linha, chamada de “Linear Chuo Shinkansen”, será posteriormente ampliada em 153 km até Osaka. O primeiro trecho vai beneficiar sobretudo os moradores de Tóquio que trabalham na sede da montadora Toyota.

 

 

A Central Japan Railway está investindo sozinha € 42,5 bilhões no desenvolvimento da primeira fase do projeto, incluindo a construção da linha ferroviária e dos vagões e os testes de desempenho.

 

 

 

A expectativa é de que, em 2045, com o trem de levitação, a viagem entre Tóquio e Osaka seja efetuada em apenas 1 hora e 7 minutos, contra mais de duas horas com o atual trem de alta velocidade Shinkansen Tokaido, que percorre um trajeto mais ao sul entre o mar e o Monte Fuji.

 

 

O custo total do projeto do trem de levitação eletromagnética japonês é estimado em € 70 bilhões.

 

 
Da Redação com informações da RFI