Dia Nacional da Luta Antimanicomial – 18/05/2015: Universidade São Francisco promove evento para debater a Luta Antimanicomial no Brasil

Dia Nacional da Luta Antimanicomial - 18/05/2015
Dia Nacional da Luta Antimanicomial – 18/05/2015

 

 

As doenças e transtornos mentais afetam mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo

 

 
No dia nacional da luta antimanicomial, celebrado no dia 18 de maio, a Universidade São Francisco (USF) irá promover das 8 às 10h e das 19h30 às 21h30, um debate sobre o tema no Anfiteatro do Campus Campinas (Unidade Swift). A temática será “Saúde Mental em diferentes faces”, que aborda as transformações nas práticas de cuidado exercidas em hospitais psiquiátricos.

 

 
Atualmente há políticas públicas de saúde mental, a construção de uma rede de cuidados em vários serviços e multiprofissional. Para o professor do Curso de Psicologia, Bruno Emerich, já ocorreram muitas conquistas no segmento de saúde mental, mas há outras a serem conquistadas. “Juntamente com as conquistas, faz-se necessária a constante luta pela expansão da quantidade e qualidade dos serviços que compõe a rede de cuidados às pessoas que apresentam sofrimento psíquico intenso, rede esta que substitui o hospital psiquiátrico, com proposta de tratamento comunitário e singularizado”, afirma o docente.
 

 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que, em 2020, a depressão será a segunda maior causa de adoecimentos no mundo. “A exclusão certamente acontece no hospital psiquiátrico, mas pode se reproduzir em relações cotidianas a céu aberto, ou na ausência de tratamento a quem dele necessita. As formas de cuidado a quem apresenta sofrimentos mentais tem a ver com toda a sociedade, sobretudo se queremos construir relações mais democráticas, inclusivas e que suportem o convívio com a diferença”, destaca o professor Emerich.
 

 

Entre as principais transformações ocorridas na área de saúde mental no Brasil está o aumento dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), de Residências Terapêuticas, a diminuição de financiamento de hospital psiquiátrico e o aumento de financiamento de serviços substitutivos. No Brasil, a estimativa é que 23 milhões de pessoas passem por tais problemas, sendo ao menos 5 milhões em níveis moderados a graves.
 

 

O evento contará com a presença de profissionais da área da saúde da região de Campinas: a psicóloga Beatriz Rover, do CAPS III David Capistrano Filho, de Campinas, a coordenadora do Curso de Psicologia da Universidade São Francisco, Campus Itatiba, professora Cássia Aparecida Bighetthi, a psicóloga Maria de Nasaré Fonseca Serpa, professora mestre da USF há 20 anos e a psicóloga, doutoranda e mestre em Tocoginecologia, na área de Ciências da Saúde, pela Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, professora Silva Mayumi Obana Gradvohl.
 

 

Os interessados podem se inscrever pelo site (usf.edu.br/eventos) até às 23h do dia 17 de maio.
 

Serviço

 

 

Palestra de Luta Antimanicomial – Campus Campinas (Unidade Swift)
Data: 18/05/2015 a 18/05/2015
Horário: 8 às 10h e das 19h30 às 21h30
Informações: usf.edu.br/eventos

 

SOBRE A USF

 

 

 
A Universidade São Francisco (USF) é uma instituição de ensino superior, sem fins lucrativos, com 38 anos de tradição e mais de 10 mil alunos matriculados. Presente nas cidades de Bragança Paulista, Campinas, Itatiba e São Paulo, oferece estrutura completa para mais de 40 cursos de graduação e 30 de pós-graduação, incluindo três programas Stricto Sensu. Os alunos da instituição contam ainda com o Núcleo de Empregabilidade e Empreendedorismo e o Núcleo de Relações Internacionais, que promovem formação profissional e intercâmbio estudantil por meio de parcerias com universidades estrangeiras. Inspirada no lema “Educação para a Paz” e movida pelo seu Patrono, São Francisco de Assis, tem como missão a produção e a difusão de conhecimento, da fraternidade e da solidariedade.

 

 
Da Redação com informações de Ana Paula Moreira USF