Política: Comissão da Câmara Federal ouve diretor da Petrobras e sindicatos sobre refinarias canceladas

Refinarias Premium I e II
Refinarias Premium I e II

 

A comissão externa da Câmara dos Deputados que analisa o cancelamento de refinarias premium da Petrobras no Nordeste promove audiência pública nesta quarta-feira (25), às 14h30, para debater os motivos que levaram à suspensão da construção das refinarias Premium I e Premium II, nos estados do Maranhão e do Ceará. A reunião também busca avaliar o impacto socioeconômico causado pela medida e os valores gastos pelos governos dos dois estados.

 

 

As informações tornadas públicas até agora apontam que a Petrobras colocou R$ 2,1 bilhões na Premium I e R$ 600 milhões na Premium II, valores que incluiriam a terraplanagem dos terrenos onde as unidades seriam implantadas nos municípios de Bacabeiras (MA) e Caucaia (CE).

 

 

O deputado Weverton Rocha (PDT- MA), que pediu a realização da audiência, ressalta que ainda é preciso fazer a avaliação do impacto causado em função da enorme expectativa criada no Maranhão e no Ceará por causa das refinarias. Além disso, ele afirma que até o momento não foram apurados os valores gastos pelos governos com os projetos interrompidos.

 

 

Foram convidados para o debate:
– o diretor de Abastecimento da Petrobras, Jorge Celestino Ramos;
– o representante da Refinaria Lubrificantes e Derivados do Nordeste (Lubnor) Fábio Lopes de Azevedo;
– o consultor legislativo da Câmara na área de Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos Paulo César Ribeiro Lima;
– o representante do Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro) do Ceará/Piauí Francisco Carlos Oriá Fernandes; e
– o representante do Sindipetro do Pará/Amazonas/Maranhão/Amapá Ascendino Dias Filho.

 

 

Ainda não foi definido o plenário em que ocorrerá a reunião.

 

 

Da Redação com informações da Agência Câmara Notícias