Política: Deputado critica otimismo de Tombini e não crê em inflação na meta em 2016

Deputado critica otimismo de Tombini e não crê em inflação na meta em 2016
Deputado critica otimismo de Tombini e não crê em inflação na meta em 2016

 

 

 

O presidente da Comissão de Desenvolvimento, Econômico, Indústria e Comercio da Câmara dos Deputados, deputado Júlio Cesar (PSD-PI), disse que o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, está sendo otimista e dificilmente o País conseguirá fechar o ano de 2016 com a inflação no centro da meta (4,5%).

 

 

A inflação oficial (IPCA) medida em 12 meses chegou a 8,17% em abril. “Não vejo com otimismo o Brasil sair dessa situação a curto prazo, com tantos dados negativos”, disse Júlio Cesar.

 

 

 

Ele participa de audiência pública promovida pela Comissão Mista de Orçamento e outras cinco comissões da Câmara e do Senado para debater com Alexandre Tombini as metas monetárias, creditícia e cambial. A presença de Tombini é uma exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00).

 

 

 

O deputado afirmou que os indicadores econômicos mostram uma realidade difícil para este ano. Ele citou a queda da arrecadação e do investimento, e o aumento da inflação, do desemprego e dos juros.

 

 

 

O presidente do BC respondeu que não mostrou uma visão otimista da economia. Segundo ele, os dados mostram que o País está em uma fase de transição.

 

 

 

 

Tombini afirmou que os estímulos fiscais dados a partir de 2008, para conter os efeitos internos da crise financeira internacional, não conseguiram reativar a produção e o consumo. Ao contrário, acabaram minando o que chamou de “colchão” de tranquilidade da economia, com o deficit primário de 2014.

 

 

 

Ele defendeu os ajustes fiscais e disse que eles são importantes para “enfrentar esse momento de transição da economia”.

 

 

 

A audiência pública com Alexandre Tombini prossegue no plenário 2.

 

 

 
Da Redação com informações provenientes da Agência Câmara Notícias