Nacional: Protestos na Avenida Paulista fazem bancos fecharem suas portas em São Paulo.

Manifestação na Paulista - Mídia Ninja
Manifestação na Paulista – Mídia Ninja

 

 

Parte das agências bancárias da Avenida Paulista, região central da capital paulista, não abriram na manhã de hoje (29) em protesto contra o projeto de lei que regulamenta as terceirizações. A proposta foi aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 22 de abril. “Os terceirizados bancários recebem salários 70% mais baixos que a média da categoria, com carga horária mais alta e sem a maioria dos direitos conquistados em muitos anos de luta”, disse a presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Juvandia Moreira.

 

 

Também na Avenida Paulista, militantes da União Geral dos Trabalhadores (UGT) interromperam o trânsito em frente à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) contra as terceirizações e o ajuste fiscal proposto pelo governo federal. “Nós estamos tentando fazer há muito com que o Congresso Nacional tenha mais respeito pelos trabalhadores. O PL [projeto de lei] 4.330 não regulamenta a terceirização, ao contrário, precariza a terceirização. O Congresso Nacional não abre diálogo conosco”, destacou o secretário-geral da UGT, Canindé Pegado.

 

 

 

 

As mudanças para o acesso ao seguro-desemprego e abono salarial, que fazem parte do pacote de medidas de ajuste do governo, também foram criticadas por Pegado. “As pessoas ficam desempregadas e não têm como voltar ao mercado de trabalho em curto espaço de tempo”, disse o sindicalista.

 

 

 
Da Redação com informações provenientes da Agência Brasil