Nacional: Presidente do Senado Federal aceita convite de Ziulkoski e confirma presença na XVIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios.

Renan Calheiros aceita convite de Ziulkoski e confirma presença na XVIII Marcha
Renan Calheiros aceita convite de Ziulkoski e confirma presença na XVIII Marcha

 

O presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), confirmou presença na XVIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Ele recebeu o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, na manhã desta terça-feira, 14 de abril, que fez o convite formal. Renan deve comparecer à Marcha no mesmo dia do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que na semana passada também confirmou a participação dele.

 

 

Renan e Cunha devem ir ao evento no dia 27 de maio para ouvir as reivindicações do movimento municipalista. A CNM pediu aos dois presidentes que levem com eles os líderes partidários. A ideia desta edição é levar o Congresso à Marcha, chamá-los ao debate, dar mais espaço para o diálogo com o Parlamento. E isso foi acertado pelo Conselho Político da CNM também na manhã de hoje.

 

 

 

“A Marcha é um momento fundamental para que a gente possa discutir a agenda dos Municípios priorizada do ponto de vista do Congresso Nacional, recolher pontos de vista diferentes para que a gente possa, com eles, nortear nossa atuação aqui no Congresso. Esse é o espírito com que nós recebemos a Marcha”, declarou Renan.

 

 

Pacto em pauta

 

 

A urgência de um novo Pacto Federativo é o tema central. A Câmara e o Senado têm apresentado esforços por mudanças e a Confederação, juntamente com as entidades estaduais, querem apontar do que os Municípios precisam, quais as mudanças que podem tirar as prefeituras do sufoco.

 

 

“Vamos avançar para unificação do [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço] ICMS. Vamos aprovar o texto vindo da Câmara que trata da partilha dos impostos do comércio eletrônico e o fundamental é que tenhamos sempre uma agenda que diz respeito ao interesse dos Municípios”, destacou o presidente do Senado.

 

 
Da Redação com informações provenientes da Confederação Nacional dos Municípios