Nacional: Obras de sustentação da Ponte Hercílio Luz continuam em Florianópolis

Ponte Hercílio Luz
Ponte Hercílio Luz – Fotos: James Tavares/Secom

 

 

As obras nas estruturas de sustentação inferior da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, seguem em ritmo acelerado para que possam ser concluídas até outubro. O trabalho emergencial é necessário para dar segurança às próximas etapas de restauração. O serviço está sendo executado pela construtora Empa, de Minas Gerais, que iniciou os trabalhos em abril deste ano. O valor do investimento será de R$ 10,3 milhões e o prazo de conclusão é de 180 dias a contar de abril.

 

“É a etapa segura da ponte. O andamento da obra está dentro do cronograma previsto. Já conseguimos visualizar os trabalhos que estão sendo executados. Essa é a fase que, efetivamente, vai deixar a ponte segura para que seja concluída a reconstrução, explicou o presidente do Deinfra, Wanderley Agostini. Ele ainda ressaltou que o prazo de conclusão deverá ser cumprido e que os recursos estão garantidos.

 

 

 

O trabalho tem a supervisão de técnicos e engenheiros do Deinfra. A empresa responsável pelo trabalho, a Empa, tem sede em Belo Horizonte e mais de 50 anos de experiência no mercado de construção pesada. A companhia faz parte do grupo português Teixeira Duarte. O contrato com a Empa foi assinado no dia 10 de fevereiro e ordem de serviço foi entregue no mês de abril.

 

 
O engenheiro fiscal da obra de reabilitação e recuperação da Ponte Hercílio Luz, Wensceslau Diotallevy, disse que a grande novidade é um equipamento que filma o mergulhador executando os trabalhos no fundo do mar, permitindo, com isso, acompanhar as ações que estão sendo feitas a cerca de 30 metros de profundidade. “É uma tecnologia que a empresa trouxe para os serviços. É um ganho de qualidade e verificação. Diariamente, recebemos um diário de obras, onde é mostrado todos os fatos, serviços e número de pessoas e máquinas que trabalharam no dia”, destacou Diotallevy.

 

 

 

Os trabalhos de construção da estrutura provisória que sustentará o vão central da ponte foram interrompidos em agosto de 2014, após rescisão do contrato com a Construtora Espaço Aberto diante de atrasos no cronograma da restauração.

 

 

 

“Todo o sistema de montagem já está pronto, e as peças estão vindo para o mar. Queremos essa parte da obra pronta em outubro, estamos trabalhando todo o dia e, se precisar, passaremos a noite”, afirmou Wesceslau Diotallevy.

 

 

 

O presidente do Deinfra informou que, paralelamente, ao trabalho de sustentação da ponte, o Governo do Estado segue com tratativas com a American Bridge para execução da restauração total. A empresa é a mesma que construiu a ponte na década de 1920. Representantes da American Bridge estiveram em Florianópolis no mês de abril, quando conversaram com o governador Raimundo Colombo. Na ocasião, o Deinfra entregou outros documentos e desenhos do projeto solicitados pela companhia. Na próxima quarta-feira, 13 de maio, a ponte completa 89 anos.

 

Cronograma da obra da Ponte Hercílio Luz - Fotos: James Tavares/Secom
Cronograma da obra da Ponte Hercílio Luz – Fotos: James Tavares/Secom

 

 

 

Cerca de 75 homens e 35 máquinas trabalham diariamente desde o mês de abril. Principais trabalhos executados:

 

  • – Movimentação/organização das estruturas metálicas das torres, 01,02,03,04
  • – Montagem dos andaimes da torre TA1
  • – Montagem do canteiro de obras
  • – Montagem da balsa para apoio do guindaste/mergulhadores e transporte de materiais
  • – Preparação das estruturas metálicas do módulo III da torre TA1
  • – Forma e armação das bases de apoio a montagem dos tubos dos contraventos
  • -Atividades de mergulho (filmagem)
  • -Ensaio do guindaste sobre a balsa
  • – Organização e limpeza
  • – Desmontagem dos acessos e guarda copos da TA1 (contrato anterior)
  • -Montagem de acesso ao píer
  • -Preparação/montagem dos equipamentos de mergulho na balsa
  • -Pintura das boias de sinalização
  • – Instalação dos equipamentos de mergulho na balsa
  • -Concretagem do piso da área de vivência e viga da rampa do cais
  • -Manutenção da Grua Torre 02
  • -Montagem do canteiro de obras
  • -Descarregamento de estruturas metálicas
  • -Montagem das balsas para apoio aos mergulhadores e transporte de materiais
  • – Mobilização e preparação do equipamento de mergulho
  • -Teste e qualificação dos soldadores
  • – Reforma do escritório de engenharia
  • -Desmontagem de estruturas de madeira do contrato anterior
  • -Supressão vegetal do canteiro de obras e praça de montagem
  • -Montagem das boias de sinalização de navegação

 

 
Da Redação com informações de Elisabety Borghelotti – Assessoria de Imprensa – Secretaria de Estado de Comunicação – Secom