Nacional: O Senador Aécio Neves sugere debate sobre vulnerabilidade das urnas eletrônicas

Aécio Neves na Comissão de Reforma Política, apresentando as propostas do PSDB. - foto facebook de Aécio Neves
Aécio Neves na Comissão de Reforma Política, apresentando as propostas do PSDB. – foto facebook de Aécio Neves

 

O presidente do PSDB, Aécio Neves, quer convidar todos os partidos políticos para “um grande debate sobre a vulnerabilidade das urnas eletrônicas”. Segundo ele, esse debate pode ser feito neste ano, em que não há eleição.

 

 

“As urnas eletrônicas são um avanço inequívoco, mas deve ser permitida sua conferência quando se achar necessário”, disse, na comissão especial de reforma política.

 

 

 

A deputada Clarissa Garotinho (PR-RJ) acha que a “principal voz que vem das ruas” questiona justamente a confiabilidade das urnas eletrônicas. Segundo ela, esse sistema é questionado no mundo inteiro.

 

 

Campanha antecipada

 

 

Clarissa e Aécio Neves concordaram o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), que defendeu a inclusão na reforma da “descriminalização do debate político”. Segundo Lima, hoje o juiz define o que é campanha antecipada e muitas vezes impede um candidato de disputar a eleição. Ele afirmou que, em outros países, em qualquer tempo é permitido se fazer o debate político.“A manifestação política é legítima a qualquer tempo”, concordou Aécio.

 

 

 

O presidente do PSDB também sugeriu mudança na legislação para proibir institutos de pesquisa que trabalhem para o governo de fazer pesquisas para veículos de comunicação.

 

 
Da Redação com informações da Agência Câmara Notícias