FIFAgate – Soccer’s Rot: Receita Federal revelou que cobrou mais de 4 bilhões de 96 envolvidos em fraudes no futebol

Futebol de Sete
Futebol

 

 

A Receita Federal informou hoje, por meio de nota, que desde 2002 investiga fraudes ligadas ao futebol. Garantiu ter identificado e autuado pessoas físicas e empresas que mantém relações comerciais com entidades responsáveis pela organização do esporte no país, sejam elas de âmbito nacional ou regional. A revelação foi feita dois dias após a Justiça americana determinar prisões de dirigentes da Fifa envolvidos em um grande esquema de corrupção. Entre os detidos está o vice-presidente da CBF, José Maria Marin.

 

 

 

“Foram realizadas três operações especiais de fiscalização desde 2002, onde foram investigadas 96 pessoas físicas e jurídicas. Essas auditorias resultaram em cobrança de tributos, multas e juros no valor de R$ 4,47 bilhões”, diz a nota. A Receita destacou que algumas pessoas citadas na recente operação promovida no âmbito do Poder Judiciário dos Estados Unidos estão na lista de autuações aplicadas no Brasil. A Receita diz que, em função do sigilo fiscal, não pode dizer os nomes dos envolvidos.

 

 

 

A receita brasileira entrou em contato com a americana, para conhecer a operação promovida contra pessoas ligadas à Fifa, que incluiu vários brasileiros.

 

 

Da Redação com informações provenientes da EBC