Economia: Leilões de dólares no mercado futuro têm atingido seus objetivos, avalia Tombini

Alexandre Tombini
Alexandre Tombini

 

O presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, disse nesta terça-feira (24), durante audiência pública no Senado Federal, que o programa de leilões de swap (leilões de dólares no mercado futuro) tem atingido plenamente seu objetivo. Segundo Tombini, o BC tem condições de renovar as operações no curto e médio prazos. Implantado em agosto de 2013, o programa foi renovado no fim do ano passado e deve expirar na próxima terça-feira (31).

 

 

 

Para ele, o programa de swap é um “importante instrumento de suavização dos efeitos decorrentes da taxa de câmbio”.”[O programa] permite ao setor privado navegar com certa tranquilidade [em um cenário] onde o dólar vai de R$ 2,85 para R$ 3,20.” De acordo com Tombini, tais operações não comprometem as reservas internacionais do Brasil.

 

 

 

O presidente do BC destacou que mais de 80% do estoque das operações de swap estão alocados para empresas não financeiras. Alexandre Tombini deu as declarações em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), do Senado. Perguntado sobre o assunto pelos senadores, o presidente do banco não confirmou a renovação do programa.

 

 

 
Da Redação com informações do Portal Brasil com informações da Agência Brasil