Tecnologia: Greenpeace alerta sobre risco de derramamento de óleo atinja Cabo Verde em Portugal

A traineira russa "Oleg-Neydanov" antes de afundar ao largo das Canárias 12/04/15 DR
A traineira russa “Oleg-Neydanov” antes de afundar ao largo das Canárias 12/04/15
DR

 

 

A organização de defesa ambiental Greenpeace alertou hoje para a possibilidade do combustível derramado por um barco de pesca russo, perto das Canárias, poder chegar às águas de Cabo Verde. O diretor-geral do Ambiente de Cabo Verde Moisés Borges considera que o risco existe mas que é limitado.

 

A embarcação russa “Oleg-Neydanov” afundou-se na semana passada, a 24 quilômetros das Canárias, e transportava, segundo as estimativas das autoridades espanholas, cerca de 1500 toneladas de combustível nos seus depósitos quando se incendiou.

 

 

Após o incêndio do dia 11 de Abril, ocorrido no porto da cidade de Las Palmas, o navio afundou-se no dia 15 depois de ter sido rebocado ao largo pelas autoridades portuárias.

 

 

Os destroços do navio encontram-se a 2 400 metros de profundidade e bem perto das dunas paradisíacas de Maspalomas, a sul da ilha de Gran Canaria. O derrame para já afeta apenas a zona das Canárias numa extensão de 70 km mas dirige-se para sudoeste em direção às águas mauritanianas e cabo-verdianas.

 

 

Moisés Borges, diretor-geral do Ambiente de Cabo Verde, alega que dadas as informações de que dispõe o risco para Cabo Verde é por enquanto limitado.

 

 
Da Redação com informações da RFI