Internacional: Estados Unitos matam Abu Sayyaf considerado o número um do Estado Islâmico na Síria

Militares dos EUA matam Abu Sayyaf
Militares dos EUA matam Abu Sayyaf

 

 

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos informou hoje (16) que as forças especiais norte-americanas ingressaram em território sírio esta madrugada e mataram um dos principais líderes do grupo radical Estado Islâmico.

 

“Abu Sayyaf foi morto durante confronto com as forças norte-americanas”, confirmou o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, em comunicado divulgado pelo Departamento de Defesa. Segundo Carter, a operação ocorreu em al-Amr, leste da Síria, e resultou também na captura de Umm Sayyaf, mulher de Abu.

 

 

 

Abu é apontado como um dos mentores das negociações financeiras que financiam as ações do grupo, dirigindo transações com petróleo, gás e recursos ilícitos, além de participar de operações militares do Estado Islâmico. Sua mulher é suspeita de ter desempenhado papel importante em atentados cometidos pelo Estado Islâmico.

 

 

 

De acordo com as informações do governo dos Estados Unidos, Umm Sayyaf está detida em instalações militares no Iraque. Nenhum militar norte-americano foi morto ou ferido durante a operação que, na avaliação do secretário de Defesa, “representou um golpe significativo para o Estado Islâmico”.

 

 

 

Os primeiros relatórios do Departamento de Defesa revelam que as forças de coalizão que participam da Operação Resolução Inerente realizaram seis ataques aéreos na Síria, onde destruíram cinco unidades táticas e duas posições de combate do Estado Islâmico, e 15 no Iraque, com aval do Ministério da Defesa iraquiano.

 

 

Da Redação com informações  da EBC