Vôlei: Morre Célio Cordeiro Filho um dos grandes nomes responsáveis pela evolução do vôlei brasileiro.

Célio Cordeiro Filho
Célio Cordeiro Filho

 

 

O Professor Célio Cordeiro , para aqueles que não sabem , foi um dos principais responsáveis por tudo que vem acontecendo no voleibol . Ele alavancou o voleibol brasileiro, colocando-o no caminho das vitórias com a criação da Escola Nacional de Treinadores de Voleibol, em 1976. Este investimento nos técnicos, foi fundamental para o crescimento da modalidade.

 

 

O Centro de Desenvolvimento de Voleibol (Aryzão) , em Saquarema , no Rio de Janeiro , veio para fortalecer o trabalho dos técnicos que contam com um espaço próprio para preparar adequadamente os futuros campeões, tornando-se assim , um diferencial em relação às demais modalidades esportivas no país

 

 

 

Célio Cordeiro tem uma história interessante, filho de militar da aeronáutica, carioca, morava quando criança na Ilha do Governador por causa de seu pai, mas já vinha tendo suas primeiras experiencias com o voleibol. Por influência do seu pai entrou no curso da Escola de Preparação de Cadetes, mas não se desligou do voleibol. Fez a Faculdade de Educação Física, fez parte da equipe do Oasis, time do Leblon e participou como jogador de campeonatos na praia. Quando saiu oficial da Escola Naval, entrou para a equipe da AABB e daí para a frente não parou mais.

 

 

 

O título mais lembrado por muitos foi quando ele pegou a equipe do Bradesco com muitos jogadores descohecidos e conesguiu mudar o perfil da equipe e ganhar a final da mesma equipe com a qual havia perdido ( o Bradesco perdeu a final do Campeonato Brasileiro para a equipes do Minas com outra comissão técnica) do Campeonato Interclubes Sul-americano.

 

 

 

Célio cordeiro foi o responsável pela criação dos cursos de nível pela CBV ja que era representante do quadro internacional de treinadores internacioal e de arbitragem.

 

 

 

 

A CBV emitiu uma nota de Pesar

 

 

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) comunica com pesar o falecimento do professor Célio Cordeiro, um dos nomes mais importantes da modalidade. Célio, que faleceu na noite deste sábado (30.05), foi criador da Escola Nacional de Treinadores de Voleibol, em 1976, e um dos responsáveis pela modernização do esporte. Este investimento nos técnicos foi fundamental para o crescimento da modalidade.

Célio Cordeiro foi um dos mestres de grandes nomes como os técnicos das seleções brasileiras, Bernardinho e José Roberto Guimarães. Em homenagem a tudo que foi desenvolvido pelo carioca, a CBV solicitou que seja feito um minuto de silêncio antes da partida entre Brasil e Sérvia, neste domingo (31.05), às 10h, pela Liga Mundial.

Confederação Brasileira de Vôlei – CBV

 

 

 

 

O COB também emitiu nota de pesar

 

 

 

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento do professor Célio Cordeiro Filho, uma das maiores referências da história do vôlei brasileiro e que dedicou toda a sua vida ao esporte, nas áreas civil e militar.

Em sua trajetória vitoriosa e exemplar, Célio Cordeiro foi técnico da seleção brasileira de vôlei e dos principais clubes do país, tendo conquistado diversos títulos nacionais e internacionais. Tão importante quanto sua presença nas quadras, à frente dos cursos de treinadores da CBV, contribuiu significativamente para a formação e desenvolvimento de centenas de técnicos e jogadores brasileiros.

Nesse momento de dor, o COB se solidariza aos familiares do professor Célio Cordeiro Filho e de toda a comunidade do voleibol brasileiro.

Comitê Olímpico do Brasil

 

 

 

 
Da Redação com informações provenientes da Redação, CBV e COB