Taça Libertadores 2015: Internacional vence o Santa Fé e é o representante do Brasil nas semifinais da Libertadores 2015. Assista os Melhores momentos.

Inter vence o Santa Fé - Fotos: Alexandre Lops
Inter vence o Santa Fé – Fotos: Alexandre Lops

 

 

O Internacional está na semifinal da Libertadores da América! O time colorado venceu o Santa Fé por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio, com gols de Juan e Rafael Moura, e garantiu presença entre os quatro melhores do continente. O adversário na fase seguinte será o Tigres, do México, ou o Cruzeiro, caso o time de Minas Gerais passe pelo River Plate, já que as equipes brasileiras precisariam, necessariamente, se encontrarem na semifinal (jogo começa às 22h de hoje).

 

 

O certo é que a primeira partida será disputada somente após a Copa América, no dia 15 de julho contra o Tigres.

 
Juan abre o caminho no comecinho

 

 

 

O começo do duelo foi eletrizante, com o Inter lançando-se ao ataque. E o roteiro não poderia ser mais favorável ao Colorado. Logo aos 2min, D’Alessandro cobrou escanteio, Sasha desviou por cima e Juan complentou de cabeça para o fundo do gol. 1 a 0!!! Foi o nono gol do zagueiro com a camisa colorada.

 

 

 

 

Aos 12min, Nilmar fez linda tabela com Sasha e invadiu a área, mas a bola correu demais e ficou com o goleiro Castellanos. Pouco depois, Sasha, lesionado, teve que deixar a partida para a entrada de Valdívia. O jogo ficou truncado a partir dos 20min, com muita marcação de ambos lados e finalizações escassas. Aos 31min, D’Alessandro alçou a bola na área em cobrança de falta, mas Castellanos saltou alto e ficou com ela. Um minuto mais tarde, Aránguiz fez cruzamento rasteiro e o goleiro fez nova interceptação providencial, pois Nilmar aparecia na peqena área para concluir.

 

 
Veja melhores de Inter 2×0 Santa Fé

 

 

 

 

Rafael Moura decide na etapa final

 

 

 

 

O segundo tempo começou abaixo de muita chuva e com o Santa Fé levando perigo à área colorada. Aos 3min, Omar Pérez cruzou e por pouco que Meza não conseguiu a conclusão. Mas não demorou para que o Inter assumisse o controle e passasse a pressionar intensamente. Com vigor físico e imposição, criou muitas chances de gol.

 

 

 

Aos 8min, Lisandro López esticou a bola para Valdívia, que entrou pelo lado esquerdo da área e chutou para a defesa de Castellanos. Aos 10min, o Inter fez uma blitz no ataque, com D’Alessandro tentando marcar em sucessivos lances, mas a defesa colombiana conseguiu afastar. Aos 12min, Lisandro López foi derrubado na área por Castellanos, mas o árbitro não marcou pênalti. Aos 17min, Diego Aguirre reclamou de uma falta não marcada e foi expulso pelo árbitro Victor Carillo.

 

 

 

O Inter teve boa chance aos 20min, quando D’Alessandro cobrou falta e Castellanos fez grande defesa. Aos 21min, Mosquera fez falta dura sobre Nilmar, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Aos 32min, D’Alessandro fez excelente tabela com Valdívia, entrou na área e chutou com força para a defesa milagrosa de Castellano. Aos 36min, após cobrança de escanteio, Juan cabeceou e o goleiro fez nova defesa. Logo depois, Anchico foi expulso, deixando o Santa Fé com nove em campo. Aos 39min, Valdívia quase marcou um gol olímpico.

 

 

 

A pressão colorada venceu a retranca colombiana aos 42min, quando D’Alessandro cobrou escanteio e Rafael Moura – que recém havia entrado na vaga de Geferson – desviou de cabeça para fazer 2 a 0!!! O Beira-Rio explodiu em um só grito!!! O Inter ainda teve grande chance de marcar o terceiro com Lisandro López: o atacante argentino ficou cara a cara com Castellanos mas chutou na trave. No rebote, López chutou para fora.

 

 

 

Mas a vaga já estava garantida. O resto foi só comemoração no Gigante!

 

 

 

Ficha técnica:

 

 

 

Internacional (2): Alisson; William, Ernando, Juan e Geferson (Rafael Moura, aos 38min do 2º tempo); Rodrigo Dourado, Aránguiz, Sasha (Valdívia, aos 14min do 1º tempo) e D’Alessandro; Nilmar (Alex, aos 25min do 2º tempo) e Lisandro López. Técnico: Diego Aguirre.

 

 

 

Santa Fé (0): Castellanos; Anchico, Mina, Meza e Mosquera; Daniel Torres, Roa, Seijas e Omar Pérez (Perlaza); Morelo (Otálvaro) e Páez (Rivera). Técnico: Gustavo Costas.

 

 

Gols: Juan (I), aos 2min do primeiro tempo, Rafael Moura (I), aos 42min do segundo tempo.

 

 

 

Cartões amarelos: Páez, Mosquera, Omar Pérez, Anchico (S); Geferson, Lisandro López, Aránguiz (I). Expulsões: Mosquera, Anchico e Mina (S).

 

 

 

Arbitragem: Victor Hugo Carrillo, auxiliado por Jonny Bossio e Víctor Ráez (trio peruano).

 

 

Público: 44.665. Pagantes: 41.900. Menores: 1.211. Não pagantes: 1.554. Renda: R$ 2.072.175.

 

 

 

Local: Beira-Rio.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do site oficial do Internacional – www. internacional.com.br