Polo Aquático: Seleção Brasileira Feminina de Polo Aquático com bons desempenhos no Havaí.

Seleção Brasileira Feminina de Polo Aquático
Seleção Brasileira Feminina de Polo Aquático

 

Nos dois primeiros jogos da seleção brasileira feminina de polo aquático no Havaí, dando prosseguimento ao seu treinamento visando a Liga Mundial, o Pan e o Mundial de Kazan, uma vitória e uma derrota para equipes americanas, base da seleção campeã olímpica em Londres 2012. As performances vem sendo positivas contra adversários tão fortes.

 

 

No primeiro jogo, na sexta-feira (20/3), o Brasil derrotou o Pamona-Pitzer College por 14 a 7. Os gols brasileiros foram da capitã Marina Zablith (3), Mariana Duarte (3), Diana Abla (2), Lucianne Barroncas (2), Luiza Carvalho, Amanda Oliveira, Flavia Fernandes e Mirella Coutinho.

 

 

 

Já na derrota de ontem (sáb) para a tradicional USC (University of Southern California) por 10 a 8, a goleira brasileira Victoria Chamorro, que também costuma ser convocada para a seleção brasileira, atuou pela universidade americana, onde estuda. As parciais do jogo foram de BRA 1 x 3 / 1 x 5 / 2 x 1 / 4 x 1. Marcaram para o Brasil: Marina Zablith (3), Melani Dias (2), Diana Abla (2) e Mariana Duarte.

 

 

 

Neste domingo, às 19h (de Brasília), o Brasil enfrenta a Universidade do Havaí, que ontem (sáb) venceu o Pamona por 16 a 2. A jogadora nº 4 do Havaí também é jogadora convocável pela seleção brasileira mas que jogará por seu time: Gabriela Mantellato.

 

 

O Brasil viajou com 14 jogadoras, sob o comando do técnico canadense Pat Oaten. A volta está prevista para o dia 29/3. Na volta, as meninas encaram o Troféu Brasil, de 2 a 5 de abril, na piscina do Botafogo, no Rio de Janeiro, com a participação de Pinheiros, Paulistano, Flamengo e Botafogo. Depois, a seleção se reúne novamente para a viajem para a Nova Zelândia, onde competem na fase preliminar da Liga Mundial, de 28 de abril a 3 de maio.

 

 

 

Em Auckland, o Brasil ficará no grupo A, com China, EUA e Cazaquistão. Na chave B aparecem Nova Zelândia, Japão, Austrália e Canadá. A luta é por quatro vagas, mas como a China será anfitriã da SuperFinal, no início de junho, em Xangai, se ela estiver entre os quatro melhores, o quinto colocado também se classificará.

 

 

Seleção Feminina

 

1 – Tess Oliveira (goleira) / 2 – Diana Abla / 3 – Marina Zablith (capitã) / 4 – Marina Canetti / 5 – Lucianne Barroncas / 6 – Flavia Fernandes / 7 – Amanda Oliveira / 8 – Luiza Carvalho / 9 – Melani Dias / 10 – Flavia Vigna / 11 – Mirella Coutinho / 12 – Mariana Duarte / 13 – Manuella Canetti (goleira) / 14 – Cecília Canetti. Técnico: Pat Oaten / Auxiliar-técnico: Pablo Cuesta.

 

 

O polo aquático brasileiro treina e compete com recursos dos Correios – Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros, e ainda do Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva – Governo Federal – Ministério do Esporte, Speedo, Sadia e Universidade Estácio de Sá.

 

 
Da Redação com informações da CBDA